header top bar

section content

Jogador é condenado a 21 meses de cadeia na Espanha por sonegação fiscal, mas continuará em liberdade

Argentino e o pai dele são acusados de sonegar R$ 15 milhões em impostos entre 2007 e 2009

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

06/07/2016 às 08h40

Lionel Messi foi condenado, mas deverá permanecer em liberdade (Foto: Albert Gea/06.07.2016/Files/Reuters)

O maior jogador de futebol da atualidade, o argentino Lionel Messi, foi condenado a 21 meses de prisão na Espanha nesta quarta-feira (6). O motivo é a sonegação de 4,1 milhões de euros (R$ 15 milhões) em impostos.

O pai do craque, Jorge Horacio Messi, pegou a mesma pena pela fraude fiscal. Ainda cabe recurso da sentença no Tribunal Supremo espanhol.

Messi também terá que pagar uma multa de quase 2,1 milhões de euros (R$ 7,7 milhões). O pai do craque, por sua vez, terá que que desembolsar quase 1,6 milhão de euros (R$ 5,8 milhões).

A fraude contra a Fazenda espanhola foi cometida com envio de recursos para paraísos fiscais. O dinheiro destinado a esses países se referia à exploração dos direitos de imagem do craque.

A advocacia do Estado pedia uma pena ainda maior, de 22 meses e 15 dias de cadeia. Mas o juiz decidiu pela pena menor a Messi e seu pai.

Messi, porém, deverá permanecer em liberdade. Os juizes espanhóis dificilmente manda para a cadeia pessoas condenadas a menos de dois anos e sem antecedentes criminais.

O jornal espanhol El País informou que a defesa alegou, durante o julgamento, que Messi só é um “jogador de futebol”, a quem só interessa o esporte.

R7

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires