header top bar

section content

Tite observa seleção olímpica pensando nas Eliminatórias

Se a equipe que disputará os Jogos for bem, boa parte dos jogadores que se preparam atualmente na Granja Comary poderá se tornar presença constante na seleção principal

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

22/07/2016 às 12h32

Tite convocou seleção brasileira com Diego, goleiro do Benfica e Diego Souza

A proximidade de Tite com a seleção olímpica tem outro objetivo, além do de colaborar com o técnico Rogério Micale. O treinador visa o próprio trabalho. Se a equipe que disputará os Jogos Olímpicos do Rio for bem-sucedida, uma boa parte dos 18 jogadores que se preparam atualmente na Granja Comary poderá se tornar presença constante na seleção principal. E já a partir das partidas de setembro pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, contra Equador e Colômbia.

Tite acompanhou o treino de quinta-feira da seleção olímpica e pretende se fazer presente outras vezes até o fim da participação dos Jogos do Rio – confirmou que irá assistir à estreia nos Jogos, dia 4 de agosto, contra a África do Sul, em Brasília. E vai manter um integrante da sua comissão técnica sempre perto do time de Micale. O auxiliar Cleber Xavier, por exemplo, estava na quinta em Teresópolis.

O treinador admitiu recorrer ao elenco olímpico a partir da primeira convocação, embora não tenha revelado em que escala. “O que posso afirmar é que farei o acompanhamento da performance dos atletas”, disse.

Ser bem-sucedido, esclareceu Tite, não é obrigatoriamente ganhar o ouro. Ele busca jogadores que sobressaiam tecnicamente, mas também demonstrem personalidade. Os “veteranos” Neymar, Fernando Prass e Renato Augusto de certa forma estão livres dessa prova. Mas jogadores como Gabriel Jesus, Gabriel, Rodrigo Caio, Douglas Santos, Walace e Felipe Anderson, e até Marquinhos e Rafinha Alcântara serão observados bem de perto por Tite.

Outro sinal de que o técnico conta com os olímpicos foi o pedido feito ao presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, para que solicite à Fifa permissão para adiar a convocação que fará para os jogos das Eliminatórias de 15 para 22 de agosto. Isso porque ele espera que no dia 15 o time de Micale ainda esteja envolvido na disputa pela medalha de ouro – nesse caso jogaria em 17 de agosto pelas semifinais – e não quer atrapalhar a concentração dos atletas. A Fifa ainda não respondeu.

Um terceiro fator a favor da turma da Olimpíada é o pouco tempo para treinamentos que Tite terá na seleção principal. Antes do jogo de 1º de setembro contra o Equador, em Quito, serão apenas dois dias de preparação. Por isso, contar com uma base já entrosada é alternativa que está sendo estudada.

No entanto, a falta de experiência da garotada nas Eliminatórias está sendo considerada. Tite sabe ser necessário ter jogadores “cascudos'” no grupo. Por isso, irá nas próximas semanas à Europa e talvez aos Estados Unidos (onde haverá um torneio amistoso de pré-temporada com participação de vários times europeus que têm jogadores brasileiros) para observar potenciais convocados e buscar informações sobre a maneira como atuam em seus clubes. Pretende ver se eles se encaixam na filosofia que vai implantar.

Notícias ao Minuto Com informações do Estadão Conteúdo

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe