header top bar

section content

FUTEBOL FEMININO: Brasil atropela a Suécia por 5 a 1 e garante vaga nas quartas. VÍDEO!

Artilheira bate recorde de gols na história da Olimpíada, mas sai aos prantos com dores musculares; camisa 10 dá show e marca duas vezes no Engenhão

Por Luzia de Sousa

07/08/2016 às 09h27 • atualizado em 07/08/2016 às 09h39

  • Goleada, classificação, show da capitã, recorde e preocupação. Teve de tudo no passeio da seleção brasileira diante da Suécia no torneio de futebol feminino da Olimpíada. De pé, o Engenhão reverenciou Marta e companhia, que proporcionaram um verdadeiro espetáculo para o bom público presente. A capitã marcou duas vezes, assim como Bia, no 5 a 1 contra as europeias, que garante a vaga antecipada na próxima fase. Cristiane completou a goleada, se isolou como a maior artilheira da história dos Jogos Olímpicos, com 14 gols marcados, mas deixou o campo apoiada no fisioterapeuta, com dores musculares.

  • DESTAQUEPRIMEIRO TEMPODomínio na etapa incial. O Brasil já começou impondo o seu jogo desde o começo. Com bolas de Marta pela direita, a seleção insistia no setor ofensivo sem dar espaço para o contra-ataque da Suécia. Na oportunidade que as adversárias tiveram, Bárbara fez bela defesa. Em seguida, aos 20 minutos, Bia recebeu lançamento e usou sua principal característica. No jogo de corpo, tirou da defensora e mandou para as redes. Logo depois, a Suécia levou perigo. Chegou a marcar, mas a árbitra anulou. O susto empurrou ainda mais a equipe brasileira. Aos 24, Cristiane fez um golaço de letra dentro da grande área. A camisa 11 queria mesmo jogo. Aos 43, sofreu um pênalti. Marta chutou no canto direito para decretar o 3 a 0 nos 45 minutos iniciais.

  • DESTAQUESEGUNDO TEMPOAs meninas não diminuíram o ritmo, mas sofreram um golpe. Aos 20 minutos, Cristiane ficou caído no gramado após uma arrancada, com a mão na coxa direita. Deixou o campo apoiada, chorando e recebeu os aplausos da torcida. Em campo, mais dois gols para não dar brechas às suecas: Marta e Bia, assim como no primeiro tempo, usaram da técnica para decretar a vitória. Schelin ainda descontou no fim, mas nada que diminuísse o volume da festa da torcida nas arquibancadas.

  • DESTAQUERECORDE E PREOCUPAÇÃOCom o gol marcado sobre a Suécia, Cristiane se tornou a maior artilheira da história do futebol olímpico – contando homens e mulheres. São 14 gols em 15 partidas por quatro edições diferentes dos Jogos. O recorde feminino já era de Cristiane. O masculino pertencia ao dinamarques Sophus Nielsen, autor de 13 gols nas edições de 1908 e 1912. No segundo tempo, porém, a atacante deixou o campo machucada e preocupa o Brasil.

  • DESTAQUEMARTA MELHOR QUE NEYMAR?A torcida brasileira compareceu em bom número ao Engenhão neste sábado e fez a festa nas arquibancadas. Teve a tradicional ”Ola”, gritos de ”Olé” ainda no primeiro tempo – quando o Brasil já vencia por 3 a 0 – e até uma comparação: ”Ahhhh… A Marta é melhor que o Neymar”, gritaram os torcedores. A camisa 10 e cinco vezes melhor jogadora do mundo teve atuação de destaque: uma assistência e dois gols.

  • DESTAQUEVAGA GARANTIDACom a segunda vitória no torneio de futebol feminino da Olimpíada, o Brasil já está classificado para a próxima fase. Com seis pontos, a seleção lidera o Grupo E, seguido por China e Suécia, com três. Na terça-feira, na Arena da Amazônia, as meninas enfrentam a lanterna África do Sul, para confirmar a primeira posição.

G1

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda

AO VIVO NA TV

BOMBA! Ator cajazeirense revela que foi estuprado quando era coroinha de igreja: “Fui pra missa chorando” – ASSISTA!