header top bar

section content

FUTEBOL FEMININO: Brasil atropela a Suécia por 5 a 1 e garante vaga nas quartas. VÍDEO!

Artilheira bate recorde de gols na história da Olimpíada, mas sai aos prantos com dores musculares; camisa 10 dá show e marca duas vezes no Engenhão

Por Luzia de Sousa

07/08/2016 às 09h27 • atualizado em 07/08/2016 às 09h39

  • Goleada, classificação, show da capitã, recorde e preocupação. Teve de tudo no passeio da seleção brasileira diante da Suécia no torneio de futebol feminino da Olimpíada. De pé, o Engenhão reverenciou Marta e companhia, que proporcionaram um verdadeiro espetáculo para o bom público presente. A capitã marcou duas vezes, assim como Bia, no 5 a 1 contra as europeias, que garante a vaga antecipada na próxima fase. Cristiane completou a goleada, se isolou como a maior artilheira da história dos Jogos Olímpicos, com 14 gols marcados, mas deixou o campo apoiada no fisioterapeuta, com dores musculares.

  • DESTAQUEPRIMEIRO TEMPODomínio na etapa incial. O Brasil já começou impondo o seu jogo desde o começo. Com bolas de Marta pela direita, a seleção insistia no setor ofensivo sem dar espaço para o contra-ataque da Suécia. Na oportunidade que as adversárias tiveram, Bárbara fez bela defesa. Em seguida, aos 20 minutos, Bia recebeu lançamento e usou sua principal característica. No jogo de corpo, tirou da defensora e mandou para as redes. Logo depois, a Suécia levou perigo. Chegou a marcar, mas a árbitra anulou. O susto empurrou ainda mais a equipe brasileira. Aos 24, Cristiane fez um golaço de letra dentro da grande área. A camisa 11 queria mesmo jogo. Aos 43, sofreu um pênalti. Marta chutou no canto direito para decretar o 3 a 0 nos 45 minutos iniciais.

  • DESTAQUESEGUNDO TEMPOAs meninas não diminuíram o ritmo, mas sofreram um golpe. Aos 20 minutos, Cristiane ficou caído no gramado após uma arrancada, com a mão na coxa direita. Deixou o campo apoiada, chorando e recebeu os aplausos da torcida. Em campo, mais dois gols para não dar brechas às suecas: Marta e Bia, assim como no primeiro tempo, usaram da técnica para decretar a vitória. Schelin ainda descontou no fim, mas nada que diminuísse o volume da festa da torcida nas arquibancadas.

  • DESTAQUERECORDE E PREOCUPAÇÃOCom o gol marcado sobre a Suécia, Cristiane se tornou a maior artilheira da história do futebol olímpico – contando homens e mulheres. São 14 gols em 15 partidas por quatro edições diferentes dos Jogos. O recorde feminino já era de Cristiane. O masculino pertencia ao dinamarques Sophus Nielsen, autor de 13 gols nas edições de 1908 e 1912. No segundo tempo, porém, a atacante deixou o campo machucada e preocupa o Brasil.

  • DESTAQUEMARTA MELHOR QUE NEYMAR?A torcida brasileira compareceu em bom número ao Engenhão neste sábado e fez a festa nas arquibancadas. Teve a tradicional ”Ola”, gritos de ”Olé” ainda no primeiro tempo – quando o Brasil já vencia por 3 a 0 – e até uma comparação: ”Ahhhh… A Marta é melhor que o Neymar”, gritaram os torcedores. A camisa 10 e cinco vezes melhor jogadora do mundo teve atuação de destaque: uma assistência e dois gols.

  • DESTAQUEVAGA GARANTIDACom a segunda vitória no torneio de futebol feminino da Olimpíada, o Brasil já está classificado para a próxima fase. Com seis pontos, a seleção lidera o Grupo E, seguido por China e Suécia, com três. Na terça-feira, na Arena da Amazônia, as meninas enfrentam a lanterna África do Sul, para confirmar a primeira posição.

G1

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan