header top bar

section content

Brasil vence a França no vôlei masculino e pega a Argentina nas quartas de final

A equipe que estava contra a parede, nas palavras do técnico Bernardinho, viu o Canadá vencer a Itália na preliminar e obrigar os brasileiros a vencerem os franceses

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

16/08/2016 às 07h55

Brasil vence a França no vôlei (Foto: Reuters / Edgard Garrido)

Festa e alívio. A vitória da seleção masculina de vôlei sobre a França (3 a 1) classificou o Brasil para as quartas de final dos Jogos Olímpicos em uma mescla de sentimentos na madrugada desta segunda para terça-feira (16).

A equipe que estava contra a parede, nas palavras do técnico Bernardinho, viu o Canadá vencer a Itália na preliminar e obrigar os brasileiros a vencerem os franceses ou seriam eliminados ainda na primeira fase da competição.

O adversário do Brasil nas quartas de final será a Argentina, que terminou como líder do outro grupo. A França foi eliminada com a derrota.

Na primeira colocação do Grupo A, a Itália agora enfrenta o Irã. Canadá e EUA, Rússia e Polônia, respectivamente segundos e terceiros colocados dos Grupos A e B, aguardam sorteio para saber seus confrontos. Os jogos serão na próxima quarta (17).

JOGO

O começo ruim no primeiro set colocou ainda mais pressão sobre os donos da casa. A França conseguia manter três pontos de vantagem até o empate brasileiro chegar no 12 a 12. A virada ocorreu apenas no 17 a 16. Então, o Brasil não deixou mais a vantagem escapar (25/22).

No segundo set, novamente um início brasileiro atrás do placar. Para encostar, o time se apoiou nos ataques do oposto Wallace. Desta vez, porém, o Brasil não conseguiu virar e os franceses fecharam em 25 a 22.

No terceiro set, o ponteiro Lipe fez o Brasil entrar no jogo, pela primeira vez, desde o início. Ele foi a novidade de Bernardinho para este jogo, começando como titular no lugar de Maurício Borges.

Melhor sacador e bom passador, Lipe teve grande importância também no ataque na vitória por 25/19.

Curiosamente, a arrancada do Brasil no terceiro set ocorreu logo após o ouro de Thiago Braz no salto com vara, no Engenhão. Maracanãzinho festejou o anúncio minutos depois do feito.

No quarto set, tudo muito equilibrado novamente. O duelo dos camisas 4 no ataque se manteve, com Wallace chamando a responsabilidade de um lado e o ponteiro Antonin Rouzier do outro.

De novo com uma virada, a torcida se inflamou de vez, comandada pelo líbero Serginho. E o Brasil fechou o set em 25/23 e o jogo em 3 a 1.

Folhapress

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula