header top bar

section content

Filha de Renato Gaúcho ‘invade’ gramado e pode complicar o Grêmio

Árbitro relatou na súmula a presença de Carol Portaluppi no 'campo de jogo'

Por Priscila Belmont

03/11/2016 às 11h04 • atualizado em 03/11/2016 às 11h05

Classificado para a final da Copa do Brasil, o Grêmio pode ter sido prejudicado justamente por seu amuleto: a filha do técnico Renato Gaúcho, Carol Portaluppi. A jovem entrou em campo instantes antes do apito final, a pedido do pai, ficou no banco de reservas e, ao término da partida, confraternizou com os tricolores no gramado.

O árbitro do jogo, Thiago Duarte relatou a invasão na súmula: “Informo que, ao final da partida, constatei a presença da Sra Carol Portaluppi dentro do campo de jogo. Cabe salientar que, após o término do jogo, fui informado pelo inspetor da partida, Sr Nilson de Souza Monção e pelo quarto árbitro, Sr Francisco Silva Neto, que a referida adentrou as imediações do campo de jogo a poucos segundos do término da partida, chamada pelo seu pai, Sr Renato Portaluppi, técnico da equipe do Grêmio, sentando no banco de reservas. Não havendo tempo hábil para retirá-la pois a partida se encerrou, a mesma adentrou o campo de jogo”.

Se for julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Grêmio pode ser penalizado e até perder mandos de campo.

Notícias ao Minuto

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo