header top bar

section content

Tite diz que é impossível parar Messi e vê privilégio por estar no clássico

Técnico afirma ter plano para diminuir ações do atacante argentino, mas não o revela, e diz que seria hipocrisia considerar partida desta quinta-feira como outra qualquer

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

10/11/2016 às 08h20

Tite demonstra confiança (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

A pergunta da repórter de Barcelona foi direta: “Como você vai parar Messi?”

A resposta de Tite também foi:

– Não se para Messi, assim como não se para Neymar, mas se diminui ações. Podemos diminuir o número de participações. O que vou fazer? Não vou dizer (risos).

O atacante, evidentemente, foi tema constante da coletiva do técnico da seleção brasileira na véspera do clássico contra a Argentina, nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Mineirão.

Tite rasgou elogios ao adversário, sexto colocado nas eliminatórias, atualmente fora da zona de classificação para a Copa do Mundo. Não só a Messi, mas citou Zabaleta, Otamendi, Mascherano, Di María, Agüero e Higuaín, além do técnico Edgardo Bauza. E disse ser um privilegiado por disputar o principal clássico sul-americano.

– A grandeza do jogo, é hipocrisia falar que é igual aos outros. Para a classificação ele vale os mesmos três pontos, mas a dimensão, a história e o peso extraordinário das equipes, com atletas top do mundo. O resultado só traz confiança se jogar bem, se repetir o padrão contra uma equipe que tem nível acima, técnico e individual.

Chile, Argentina, Brasil e Uruguai estão um pouco acima pela qualidade individual dos atletas.

GE

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan