header top bar

section content

Gabriel Jesus ensaia despedida do Palmeiras e é exaltado por Cuca

O atacante procurou ressaltar o esforço feito para deixar a seleção e atuar pelo Palmeiras, a fim de atestar o comprometimento total com o líder do Brasileiro

Por Estagiário

18/11/2016 às 17h59

© Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Depois de dois meses e oito jogos, Gabriel Jesus voltou a balançar as redes pelo Palmeiras. O alívio pelo fim do jejum se misturou ao sentimento de despedida; afinal, o atacante possui apenas mais três jogos com a camisa alviverde, duas delas no Allianz Parque – a primeira, neste domingo, diante do Botafogo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vendido por 32 milhões de euros para o Manchester City, Gabriel Jesus já começa a se despedir depois do empate por 1 a 1 contra o Atlético-MG. O atacante procurou ressaltar o esforço feito para deixar a seleção e atuar pelo Palmeiras, a fim de atestar o comprometimento total com o líder do Brasileiro. Ele havia defendido o Brasil na terça à noite, na vitória sobre o Peru, pelas Eliminatórias.

“Era muito importante estar aqui. Desde que vesti pela primeira vez este manto, me dedico em todos os jogos. Em questão de honra, não tem discussão: eu sempre corri. Valeu a pena o sacrifício por estar com os meus companheiros; aqui é um grupo unido e tenho felicidade de estar aqui”, disse Jesus, que contou com um jatinho do presidente Paulo Nobre para ir de Lima a Belo Horizonte.

O gol anotado nesta quinta-feira fez o atacante quebrar um jejum de oito partidas sem balançar as redes pelo Palmeiras. Aliviado com o fim da seca, o centroavante admitiu o incômodo pelo recente retrospecto negativo nas finalizações.

“Saí triste pelo gol estar me incomodando diante do Inter. O grupo ajuda todos e recebi a força para ficar tranquilo. Hoje retornei a marcar, mas o importante foi o ponto somado”, afirmou.

Perto da despedida e agora sem carregar a pressão do jejum de gols, Gabriel Jesus foi exaltado por Cuca. O treinador palmeirense fez questão de falar sobre o esforço do camisa 33.

“Torcedor palmeirense tem que valorizar e muito este menino. Não sei se eu, nesta situação que ele está, teria tanto amor pelo clube. Ele não teria essa necessidade: campeão olímpico, seleção brasileira e vendido para um dos maiores clubes do mundo. Ele se dedica ao extremo. Se viermos a ter esta conquista, ele tem que ser um dos mais exaltados”, analisou. Com informações da Folhapress.

Notícias ao Minuto

TRANSPARÊNCIA

Reeleito, presidente da câmara de vereadores de Bonito de Sta. Fé faz presta contas dos seus trabalhos a frente do poder legislativo

BALANÇO DIÁRIO

Na véspera da noite de São João, Programa Balanço Diário recebe o forró Tora Chinela e comemora o aniversário de Kyioshi Abreu

MARIA CALADO NA TV

Com o bom e tradicional forrózinho pé de serra, Maria Calado na TV em clima de São João e São Pedro recebe o sanfoneiro Chico Amaro Show

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo desta semana traz imagens exclusivas do ”peneirão” e destaca a rodada na Série D