header top bar

section content

BOMBA: Empresa pede prisão de Neymar por crime de corrupção

DIS entregou acusação à Justiça espanhola na manhã desta quarta-feira

Por Luzia de Sousa

23/11/2016 às 11h16

Dona de 40% do passe de Neymar na época da venda do jogador ao Barcelona, a DIS entregou à Justiça espanhola, na manhã desta quarta-feira, acusação contra uma série de atores envolvidos na polêmica transação. São eles: o jogador e seus pais, o atual presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu, o ex-presidente do clube Sandro Rosell, o ex-presidente do Santos Odilio Rodrigues, o Barcelona, o Santos e diversas empresas pertencentes ao jogador e sua família. As informações são do jornal espanhol Marca.

De acordo com a publicação, a DIS pede cinco anos de prisão a Neymar e seu pai por crime de corrupção – a Bartomeu e Rosell pede oito por corrupção e fraude. Além disso, exige indenização do Barcelona no valor de 195 milhões de euros, algo em torno de R$ 700 milhões.

Em 2013, Neymar foi vendido ao Barcelona por 17,1 milhões de euros, dos quais 6,84 milhões ficaram com a DIS. Após a apresentação do jogador, porém, o clube catalão revelou ter gasto 57,1 milhões de euros na compra, sendo que uma das empresas dos pais do jogador ficou com R$ 40 milhões de euros.

Notícia ao Minuto

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula