header top bar

section content

Corinthians supera rivais na média de público; Castelão tem recorde do ano

Timão fica no topo do ranking com 30.336 torcedores por jogo. Fortaleza x Juventude registra o maior número de pagantes na temporada. Libertadores atrai mais torcida

Por Ana Maria

16/12/2016 às 15h00 • atualizado em 16/12/2016 às 12h34

Corinthians é o time com maior média de público no ano (Foto: Marcos Ribolli)

A torcida do Corinthians não é chamada de Fiel à toa. Assim como no ano passado, o Timão ficou na liderança do ranking de maiores médias de público de 2016. Foram 30.336 torcedores pagantes por jogo, sendo 1.061.767 ingressos vendidos no total em 35 partidas com o mando de campo na atual temporada.

Desta vez, a vantagem da equipe do Parque São Jorge sobre o Palmeiras foi bem apertada: apenas 1.322 torcedores a mais que o rival, segundo colocado, com 29.014 pagantes por jogo. Em compensação, o Verdão superou o Corinthians na lista de média de público dos 128 clubes das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro.

A novidade na parte de cima do ranking é o São Paulo. Com 22.790 espectadores por partida, o Tricolor Paulista está na terceira posição entre os times que mais atraíram torcedores para os estádios neste ano. Logo atrás vem o Grêmio, com 21.572 pagantes por jogo. O arqui-inimigo Internacional, mesmo sofrendo a primeira queda para a Série B na sua história, fecha o Top 5, com 20.372 torcedores por partida. Confira todos os públicos e rendas dos principais campeonatos do Brasil

Em comparação com o ranqueamento de 2015, a queda mais significativa foi do Flamengo, da terceira para a oitava colocação. A explicação para isso se deve ao fato do Rubro-Negro ter jogado em estádios com capacidade máxima de 21 mil torcedores, como por exemplo o Kleber Andrade (8 jogos), em Cariacica, e o Raulino de Oliveira (9 jogos), em Volta Redonda. Isso porque o Maracanã estava entregue ao comitê organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Veja o ranking com as 20 maiores médias de pagantes neste ano:

MAIORES PÚBLICOS E RENDAS EM 2016

Torcida do Fortaleza bateu o recorde de público pagante na temporada (Foto: Roberto Leite)

Após empatar com o Juventude, no jogo de ida das quartas da Série C do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza precisava de uma vitória para voltar à Série B em 2017. No entanto, o placar de 1 a 1 eliminou o Tricolor do Pici e pôs fim a esperança de subir de divisão.

Apesar de não conseguir o objetivo, o clube cearense bateu o recorde de público pagante no ano. Foram 63.923 torcedores que pagaram ingresso para assistir ao jogo no Castelão.

O segundo maior público foi registrado na derrota do São Paulo para o Atlético Nacional, por 2 a 0, no jogo de ida da semifinal da Taça Libertadores. Na ocasião, o Morumbi recebeu 61.766 espectadores para uma renda bruta de R$ 7.526.480,00, a maior arrecadação de um jogo na temporada.

LIBERTADORES E MARACA ATRAEM MAIS TORCEDORES

Dentre todos os campeonatos disputados em 2016, a Taça Libertadores, como de praxe, foi a que teve a maior média de pagantes: 36.186 torcedores por jogo. Muito por conta de ser uma competição de grande importância, cujo o campeão garante vaga no Mundial de Clubes, e por ter jogos decisivos no sistema mata-mata. O Campeonato Brasileiro está em segundo, com 15.200 pagantes. Logo atrás aparece a Primeira Liga, que teve a primeira edição neste ano, com 11.842 espectadores por partida.

No ranking de média de público por estádio, o Maracanã tem o maior o número de torcedores em 2016. Em nove jogos, o maior palco do Rio de Janeiro obteve média de 40.539 pagantes. A Arena Palmeiras vem em segundo na lista, com 31.690 espectadores. Isso se deve à ótima campanha do Alviverde no Brasileirão, que culminou no nono título.

Globo Esporte

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”