header top bar

section content

Paulo Júnior assume culpa por derrota do Sousa para o Auto, no Marizão

Treinador justifica que errou nas substituições e isto causou a derrota, por 2 a 1

Por Ana Maria

31/01/2017 às 10h36

Paulo Júnior, Sousa (Foto: Reprodução / TV Paraíba)

Três derrotas e três empates no Paraibano e a lanterna do campeonato. A situação do Sousa não é nada fácil, principalmente, depois de perder para o Auto Esporte, na partida desse domingo, por 2 a 1, de virada. E o treinador Paulo Júnior assumiu a culpa pelo revés e responsabilizou as substituições para isso.

– Olha, a culpa é coletiva, mas eu assumo a maior responsabilidade por isso porque nós fizemos um jogo bom, mas eu errei nas mudanças. Quando eu errei nas mudanças, o Auto cresceu um pouco, ficou melhor e virou o jogo. Infelizmente, tem dia que não é o seu. Hoje não foi o meu. Espero que daqui para frente aprendamos com esta lição e consigamos mudar – explicou Paulo Júnior, após a partida.

Foram três substituições. Tirou André Cassaco e colocou Nil. Depois, substituiu Paulinho Mossoró por Rodrigo Poty. A última mudança foi quando Paulo Junior tirou Éder e colocou Mateus.

Agora o treinador precisa se reabilitar na próxima partida contra o Internacional-PB, novamente no Estádio Marizão. E não vai ser nada fácil. Isto porque o Dinossauro perdeu o atacante Gilmar para o jogo da sétima rodada. Ele foi expulso aos 43 minutos do segundo tempo, junto com Moisés do Auto, por discutirem em campo.

– Eu preciso fazer uma mudança porque meu atacante, único que tenho, foi expulso, o Gilmar. A outra alteração é pela volta de Peu. A gente tem que fazer um time mais forte para vencer o CSP. O Sousa não merece está onde está – ressaltou.

Globo Esporte

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada