header top bar

section content

Cruzeiro perde 18 mil sócios e cria novos métodos para atrair membros

Até dezembro do ano passado, os mineiros contavam com cerca de 78 mil sócios; agora são pouco mais de 50 mil

Por Ana Maria

09/02/2017 às 15h00 • atualizado em 09/02/2017 às 10h24

© DR

O Cruzeiro enfrenta um problema em seu programa de sócio-torcedor. O diretor de marketing Marcone Barbosa admite que os números reduziram em relação à temporada anterior. Questionado se o clube perdeu filiados ao programa, ele foi sincero.

“Sim. Fizemos a limpeza no nosso (sócio-torcedor). Em nosso cadastro, temos 152 mil sócios. Mas pagantes são aqueles mesmos (50.025 sócios, conforme o site Futebol Melhor)”, disse.

Até dezembro do ano passado, os mineiros contavam com cerca de 78 mil sócios. Contudo, em janeiro deste ano, a quantidade de associados despencou para pouco mais de 50 mil, o que corresponde a uma queda de 18 mil torcedores.

A situação foi explicada no site oficial do clube. Por meio de um comunicado, a diretoria esmiuçou o caso.

“O clube precisou formatar novamente o Programa Sócio do Futebol para a temporada 2017. O Cruzeiro Esporte Clube está ajustando o número de Sócios no site do Movimento por um Futebol Melhor, visando uma gestão ainda mais transparente do Programa Sócio do Futebol. Foram retirados da base deste site os Sócios que não renovaram seu cartão Sócio do Futebol. Hoje, o número contém apenas os sócios plenamente em dia ou com até 03 meses de carência para voltar a ser sócio”, relatou.

As promoções que possibilitavam o comparecimento de até três acompanhantes ao lado de um membro do programa de sócio-torcedor estão inicialmente extintas. A partir de agora, o integrante do projeto terá a possibilidade de adquirir somente uma entrada para os compromissos do Cruzeiro. Com informações da Folhapress.

Notícias ao Minuto

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview