header top bar

section content

Anderson Silva faz “birra” em pesagem do UFC, abre sorriso e confirma luta de sábado

Brasileiro aparece às 10h30m (horário local) e mostra bom humor na tomada de peso. Após descuido da organização, Nik Lentz mostra demais ao descer nu da balança

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

10/02/2017 às 16h29 • atualizado em 11/02/2017 às 22h11

Anderson Silva brinca com os fotógrafos na tomada oficial de peso do UFC 208 (Foto: Evelyn Rodrigues)

Anderson Silva foi o último lutador escalado para o UFC 208 a comparecer na tomada de peso oficial, nesta sexta-feira, no hotel que os atletas estão hospedados, no Brooklyn, em Nova York. Ele marcou 83,9kg, confirmando o confronto com Derek Brunson – co-luta principal do evento deste sábado, no Barclays Center. O brasileiro desceu da balança antes dos cinco segundos que a organização requisita que os atletas posem para fotos e, ao ouvir o pedido para que subisse outra vez, ele respondeu “de novo?”, com bom humor e, em inglês. Ele atendeu à solicitação, porém, brincou fazendo cara de “birra” para, em seguida, sorrir.

Diferentemente de Spider, Derek Brunson (84,4kg) não tardou a surgir na tomada de peso oficial. Apesar do porte físico, ele não dava sinais de que estava debilitado e, aparentemente, não sofreu tanto com o corte de peso.

No momento mais inusitado desta manhã, Nik Lentz mostrou demais após um descuido da organização. O oponente do russo Islam Makhachev precisou ficar nu para cravar 70,7kg. Entretanto, na hora de descer da balança, um integrante não posicionou corretamente a toalha e expôs o atleta.

Um dos últimos a aparecer foi Ronaldo Jacaré (84,2kg), que chegou sorridente à sala, na companhia do empresário Gilberto Faria e do técnico Josuel Distak. Ao subir à balança, fechou o rosto e levantou o dedo indicado. Tim Boetsch – oponente do capixaba – precisou ficar nu para marcar o exatamente o mesmo peso que ele.

Com cara de sono, Holly Holm (65,4kg) foi o primeiro nome de peso a pintar e, às 8h10, ela já havia confirmado sua presença na edição deste sábado e aberto um sorriso para as lentes dos fotógrafos. Pouco depois, Germaine De Randamie (61,5kg), adversária da americana no duelo principal do UFC 208, válido pelo cinturão inaugural do peso-pena, esbanjou felicidade e levantou o dedo para o céu ao ouvir os integrantes da Comissão Atlética de Nova York dizerem que ela bateu o peso.

Roan Jucão chegou à sala onde a pesagem foi realizada acompanhado por Katel Kubis, um de seus treinadores na American Top Team. De óculos escuros e ouvindo música, ele alcançou 77,1kg, apenas três gramas abaixo de Ryan LaFlare, com quem mede forças no card preliminar.

O brasileiro Wilson Reis (56,7kg) foi o segundo a subir à balança, às 8h02. O mineiro bateu o peso e comemorou. Antes dele, Yuta Sasaki (56,8kg), o primeiro a “estrear” a balança também não teve problemas e ficou dentro do limite do peso-mosca.

Substituto de Luis Henrique KLB – cortado desta edição por conta de uma cirurgia de miopia – Justin Willis, que aceitou a luta contra Marcin Tybura há poucos dias, não foi clinicamente liberado e, portanto, não entrará no octógono. Tybura – que bateu o peso normalmente – vai receber a bolsa de apresentação, segundo informou os organizadores do Ultimate.
Com a retirada do embate entre os pesos-pesados, o UFC 208 irá começar às 22h (horário de Brasília). O card também sofreu uma mudança de última hora: o duelo entre Roan Jucão e Ryan LaFlare vai abrir esta edição.

Sportv

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017