header top bar

section content

Anderson Silva faz “birra” em pesagem do UFC, abre sorriso e confirma luta de sábado

Brasileiro aparece às 10h30m (horário local) e mostra bom humor na tomada de peso. Após descuido da organização, Nik Lentz mostra demais ao descer nu da balança

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

10/02/2017 às 16h29 • atualizado em 11/02/2017 às 22h11

Anderson Silva brinca com os fotógrafos na tomada oficial de peso do UFC 208 (Foto: Evelyn Rodrigues)

Anderson Silva foi o último lutador escalado para o UFC 208 a comparecer na tomada de peso oficial, nesta sexta-feira, no hotel que os atletas estão hospedados, no Brooklyn, em Nova York. Ele marcou 83,9kg, confirmando o confronto com Derek Brunson – co-luta principal do evento deste sábado, no Barclays Center. O brasileiro desceu da balança antes dos cinco segundos que a organização requisita que os atletas posem para fotos e, ao ouvir o pedido para que subisse outra vez, ele respondeu “de novo?”, com bom humor e, em inglês. Ele atendeu à solicitação, porém, brincou fazendo cara de “birra” para, em seguida, sorrir.

Diferentemente de Spider, Derek Brunson (84,4kg) não tardou a surgir na tomada de peso oficial. Apesar do porte físico, ele não dava sinais de que estava debilitado e, aparentemente, não sofreu tanto com o corte de peso.

No momento mais inusitado desta manhã, Nik Lentz mostrou demais após um descuido da organização. O oponente do russo Islam Makhachev precisou ficar nu para cravar 70,7kg. Entretanto, na hora de descer da balança, um integrante não posicionou corretamente a toalha e expôs o atleta.

Um dos últimos a aparecer foi Ronaldo Jacaré (84,2kg), que chegou sorridente à sala, na companhia do empresário Gilberto Faria e do técnico Josuel Distak. Ao subir à balança, fechou o rosto e levantou o dedo indicado. Tim Boetsch – oponente do capixaba – precisou ficar nu para marcar o exatamente o mesmo peso que ele.

Com cara de sono, Holly Holm (65,4kg) foi o primeiro nome de peso a pintar e, às 8h10, ela já havia confirmado sua presença na edição deste sábado e aberto um sorriso para as lentes dos fotógrafos. Pouco depois, Germaine De Randamie (61,5kg), adversária da americana no duelo principal do UFC 208, válido pelo cinturão inaugural do peso-pena, esbanjou felicidade e levantou o dedo para o céu ao ouvir os integrantes da Comissão Atlética de Nova York dizerem que ela bateu o peso.

Roan Jucão chegou à sala onde a pesagem foi realizada acompanhado por Katel Kubis, um de seus treinadores na American Top Team. De óculos escuros e ouvindo música, ele alcançou 77,1kg, apenas três gramas abaixo de Ryan LaFlare, com quem mede forças no card preliminar.

O brasileiro Wilson Reis (56,7kg) foi o segundo a subir à balança, às 8h02. O mineiro bateu o peso e comemorou. Antes dele, Yuta Sasaki (56,8kg), o primeiro a “estrear” a balança também não teve problemas e ficou dentro do limite do peso-mosca.

Substituto de Luis Henrique KLB – cortado desta edição por conta de uma cirurgia de miopia – Justin Willis, que aceitou a luta contra Marcin Tybura há poucos dias, não foi clinicamente liberado e, portanto, não entrará no octógono. Tybura – que bateu o peso normalmente – vai receber a bolsa de apresentação, segundo informou os organizadores do Ultimate.
Com a retirada do embate entre os pesos-pesados, o UFC 208 irá começar às 22h (horário de Brasília). O card também sofreu uma mudança de última hora: o duelo entre Roan Jucão e Ryan LaFlare vai abrir esta edição.

Sportv

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!