header top bar

section content

Reunião na CBF define mudanças na Copa do Nordeste

Reunião na CBF define mudanças na Copa do Nordeste

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

16/02/2017 às 08h30

Copa do Nordeste terá mudanças no regulamento (Foto: Alexandre Lago/GloboEsporte.com)

Os clubes já sinalizavam desde o ano passado. Mas as entidades organizadoras tinham receio de fazer alterações no modo de disputa da Copa do Nordeste. No entanto, baixos públicos fizeram com que a situação fosse repensada para que clubes grandes do Nordeste diminuíssem o risco de ficar fora do torneio, mas que a competição seguisse democrática para todos os times nordestinos. Com isso, a principal mudança já acontece em 2018: serão apenas 16 agremiações em disputa – quatro a menos do que neste ano.

Após reunião realizada na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), todas as mudanças ficaram já definidas. Para a próxima temporada, o principal campeonato regional do Brasil terá 16 clubes. A definição deles será feita da seguinte maneira: os nove campeões estaduais e os três vice-campeões das federações melhor ranqueadas na CBF (Bahia, Pernambuco e Ceará, no momento) já se classificam diretamente. Além deles, outros quatro times virão de uma espécie de pré-Nordestão, que será disputado em jogos mata-mata.

A fase eliminatória contará com os outros seis vice-campeões nordestinos, mas os terceiro colocados dos Campeonatos Baiano e Pernambucano.

Outras mudanças ainda estão sendo estudadas e podem ser implementadas no Nordestão de 2019, mas nenhuma delas foi ainda oficializada por CBF, clubes ou federações.

GE

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares