header top bar

section content

Jogador de futebol morre após ser atacado por crocodilo

Ele havia se aproximado da água para se refrescar quando ocorreu o ataque. O corpo não foi encontrado pelas autoridades locais.

Por Priscila Belmont

22/03/2017 às 17h53

Estêvão Alberto Gino treinava próximo ao rio Zambeze, que fica a oeste do país africano.

Um jogador de futebol de apenas 19 anos morreu após ser atacado por um crocodilo em Moçambique, no último dia 17 de março. Estêvão Alberto Gino treinava próximo ao rio Zambeze, que fica a oeste do país africano.

Ele tinha chegado próximo da água para se refrescar, de acordo com o site MDZ, quando ocorreu o ataque. O jovem, que defendia o Atlético Mineiro de Tete, foi surpreendido pelo réptil, que saiu de surpresa.

“Ele estava correndo, como sempre fazia. Ele decidiu tirar a roupa perto do rio, para se molhar. Quando se agachou, o crocodilo saiu bruscamente e o agarrou pela cintura. Em seguida, o animal correu para a água”, contou Edy Carvalho, treinador da equipe.

O técnico ainda disse que amigos ouviram os gritos, mas não puderam fazer nada. “O crocodilo tinha mais de cinco metros”, garantiu. O corpo de Estêvão não foi encontrado pelas autoridades locais.
O time moçambicano ganhou seu nome em homenagem ao jogador brasileiro Ronaldo Fenômeno, que defendeu o Atlético Mineiro. Os jogadores usam uma camisa idêntica ao clube de Belo Horizonte e acompanham de perto todos os resultados. Os colegados fizeram uma homenagem a Estêvão no Facebook.

Metrópoles

RELIGIÃO

VÍDEO: Padre da região de Patos fala sobre promessa de cura e restauração em missas: “Quem cura é Jesus”

NO ACÚSTICO DIÁRIO

VÍDEO: Músico que foi atingido por um tiro em São José de Piranhas se emociona ao relatar o fato

NESTE FIM DE SEMANA

VÍDEO: Comerciante africano traz a Cajazeiras feira popular de São Paulo que vende pela metade do preço

DIRETO AO PONTO

Nutricionista sousense fala sobre a hipertensão e ensina receita de sal de ervas