header top bar

section content

São Paulo e Corinthians empatam e ampliam jejum

Majestoso ficou no 1 a 1 no Morumbi.

Por Priscila Belmont

26/03/2017 às 21h08

O resultado mantém a sequência de cinco jogos sem vitória das duas equipes e acende um sinal de alerta aos seus torcedores.

Com proposta de encontrar equilíbrio entre ataque e defesa na temporada, São Paulo e Corinthians não passaram de um empate por 1 a 1 na tarde deste domingo pelo Campeonato Paulista. Voltando de lesão, Maicon fez para os donos da casa, mas Jô voltou a brilhar em um clássico para deixar tudo igual no clássico disputado no Morumbi. O resultado mantém a sequência de cinco jogos sem vitória das duas equipes e acende um sinal de alerta aos seus torcedores, que veem uma queda de rendimento às vésperas de jogos decisivos pelo Estadual e pela Copa do Brasil.

Com 17 pontos ganhos, o time tricolor divide a primeira posição do Grupo B com o Linense, que está em vantagem por ter uma vitória a mais. Assim, vai ter de esperar a ultima rodada, na quarta-feira, quando enfrenta o São Bernardo, fora de casa, para saber sua posição no torneio. Já o Corinthians tem vaga assegurada nas quartas de final, mas com 21 pontos na liderança do Grupo A, não consegue mais alcançar o Palmeiras, que soma 25, na luta pela melhor campanha da primeira fase. Esta condição de líder geral foi, desta forma, assegurada pelos palmeirenses.

O JOGO – As duas equipes entraram em campo busca de equilíbrio. Dono do melhor ataque da competição, o São Paulo foi para campo com uma defesa quase toda modificada, na tentativa de encerrar a série de 12 jogos seguidos tomando pelo menos um gol. Recuperados de lesão, Maicon e Rodrigo Caio deram mais experiência ao miolo de zaga. Renan Ribeiro, mais uma vez ficou com o posto de Sidão, fora por conta de dores das costas. Na direita, Araruna foi improvisado depois de baixa de Bruno.

Mas, quando o árbitro apitou, não foi possível testar as modificações. Os donos da casa ficaram praticamente todo o jogo com a posse de bola. Apesar de não acertar o gol de Cássio, os são-paulinos eram mais incisivos e acuavam o rival. Se não era exigido da defesa, Maicon foi ao ataque no começo do segundo tempo e abriu o placar em jogada iniciada em cobrança de escanteio, aos 4 minutos, na qual Cássio saiu mal do gol e viu o zagueiro cabecear para as redes. Na comemoração, o jogador levou um amarelo, por imitar uma galinha (apelido pejorativo dado ao Corinthians).

Do outro lado do clássico, a dor de cabeça foi oposta. Desde quando assumiu de forma definitiva o cargo de técnico, Fábio Carille priorizou a defesa. Até a partida começar, o sistema defensivo alvinegro havia sido vazado apenas sete vezes, contra 19 do São Paulo para efeito de comparação. Para a partida, a aposta de melhorar a criação do time estava em Pedrinho e Jadson.

A dupla pouco conseguiu criar e voltou a deixar Jô isolado no ataque. Mas o autor dos gols nos clássicos com Palmeiras e Santos parece estar acostumado com esta situação e teve paciência para esperar uma chance. E ela apareceu. Em uma das poucas jogadas certas de linha de fundo, o centroavante apareceu livre na pequena área e cabeceou forte no gol de Renan Ribeiro, aos 18 da etapa final.

Antes do fim do jogo, a partida ficou em aberto e Wellington Nem e Léo Jabá perderam chances claras de garantirem a vitória para seus respectivos times. Com a partida encerrada, os jogadores do São Paulo pressionaram muito a arbitragem, reclamando da de expulsão de Nem e da falta do mesmo critério com Pablo.

TABU NO PAULISTÃO PERMANECE – O São Paulo não ganha do Corinthians dentro do Morumbi pelo Campeonato Paulista há 10 anos. A última vitória pelo torneio veio em 2007, por 3 a 1, com gols de Lenilson, Leandro e do então capitão Rogério Ceni.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 1 CORINTHIANS

SÃO PAULO – Renan Ribeiro; Araruna, Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Wellington Nem, Gilberto (Chavez) e Luiz Araújo (Neilton). Técnico: Rogério Ceni.

CORINTHIANS – Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana (Moisés); Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho (Camacho) e Pedrinho (Léo Jabá); Jô. Técnico: Fábio Carille.

GOLS – Maicon, aos 4, e Jô, aos 18 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Vinicius Furlan.

CARTÕES AMARELOS – Cícero, Gabriel, Maicon, Rodriguinho, Pablo, Jô, Maycon, Araruna.

CARTÃO VERMELHO – Wellington Nem.

RENDA – R$ 1.356.420 (51.869 total).

LOCAL – Estádio do Morumbi, em São Paulo.

Notícia ao Minuto

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017