header top bar

section content

Herói da classificação, André quebra jejum e se emociona em entrevista

Atacante não marcava havia 11 jogos e estava sendo questionado pela torcida, mas voltou às redes contra o Santa.

Por Priscila Belmont

04/05/2017 às 16h00 • atualizado em 04/05/2017 às 10h33

André não contém a emoção na vitória do Sport sobre Santa Cruz (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

O atacante André vivia momento complicado no Sport. Estava em jejum havia 11 jogos e começava a ser questionado pela torcida. Diante do Santa Cruz, nesta quarta-feira à noite, no Arruda, no jogo mais importante do ano até o momento, a redenção aconteceu.

O atacante foi o autor do segundo gol do Sport na semifinal da Copa do Nordeste, que classificou o Leão para a decisão da competição. E se emocionou após a partida.

– Todo atacante passa por isso. Não é a primeira vez, infelizmente, que passo por isso, mas quem trabalha Deus abençoa. Estou aliviado por voltar a marcar. Sou atacante. Não adianta só correr, tem que fazer gol. Vim para cá fazer isso e sei fazer – disse.

Maior contratação da história do Leão, o jogador afirma que é normal essa cobrança quando o atacante não marca.
– É normal essa cobrança. Aceito. Filtro um monte de besteira que tem também, mas é normal do torcedor. Tenho trabalhado. Dedico o gol a Deus, esse grupo, à namorada e à família.

Globo Esporte

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula