header top bar

section content

Masturbação coletiva faz atletas serem demitidos de clube gaúcho

"Imagina quando eles entrassem em campo, o que iam ouvir!", disse o presidente do Sport Clube Gaúcho, Gilmar Pozzo

Por Priscila Belmont

05/07/2017 às 08h55

© Reprodução / Facebook

Pouca gente conhece o Sport Clube Gaúcho, time da terceira divisão do Rio Grande do Sul. Porém, um caso recente está dando o que falar. Depois de um atleta ser flagrado masturbando dois de seus companheiros dentro do vestiário, os diretores do clube decidiram mandar embora todos os envolvidos no caso.

As imagens, gravadas na última sexta-feira, geraram grande repercussão nas redes sociais e já no dia seguinte eles foram mandados embora por Gilmar Pozzo, presidente do clube. Ele disse que tentou assistir ao vídeo, que chegou até ele pelo roupeiro do time, mas que parou por “achar nojento”. “Não sou guardião da moral e dos bons costumes, não me interessa o que eles fazem ou deixam de fazer. A única coisa que eu fiquei bravo, a única coisa que eu proíbo aqui dentro é foto e filmagem, nada sem nossa autorização”, disse, em entrevista ao UOL Esporte.

Segundo ele, o motivo da dispensa não foi por preconceito, mas sim para evitar maiores constrangimentos a eles: “Imagina quando eles entrassem em campo, o que iam ouvir! (…) Até onde eu sei esses três não são gays, só fizeram [sexo] tirando onda, mas agora eles vão ter que provar que não são”.

Esporte Fera

ABANDONADO

VÍDEO: Após saber da morte da mãe, homem passa fome nas ruas de Cajazeiras e faz apelo emocionante para voltar pra casa

PSICOLOGIA NO AR

PERIGO: Médico neurologista faz importante alerta para quem usa remédios tarja preta para dormir

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino