header top bar

section content

David Luiz fala do 7×1 e revela inspiração em Tite para ser técnico

Zagueiro é só elogios ao treinador da seleção brasileira

Por Priscila Belmont

16/07/2017 às 13h20

© Getty Images

O zagueiro David Luiz voltou à seleção nos amistosos contra Argentina e Austrália. Depois de um longo período longe da equipe, ele ganhou chance com Tite, técnico da equipe. Em entrevista ao Esporte Espetacular neste domingo (17), o zagueiro falou sobre a oportunidade que recebeu e foi só elogios ao treinador, uma inspiração para seu futuro.

“Passei 6 e 7 anos na seleção. Sei que amo aquele ambiente. Na hora da oração, me abri e falei como é bom estar aqui, com vocês. Como é ruim não estar. Eu sofri. Senti saudades. Mas sabia o caminho que me levou até a seleção. Muita dedicação, muito trabalho”, falou.

“Acho que ser treinador da seleção é um dos cargos mais importantes do país. Estou feliz por estar ocupado por uma pessoa que se preparou. Tenho como exemplo, eu que quero ser treinador. Forma de gerir, lidar com ser humano, não é fácil”, completou.

David Luiz ainda falou sobre a derrota do Brasil para a Alemanha por 7 a 1 durante a Copa de 2014. Para ele, o pior aconteceu naquele dia. “Como fim de um sonho que estava se apagando. Não tem capacidade de avaliar de tentar lutar no futuro, buscar novamente. Foi jogo atípico. Onde aconteceu o pior que podia acontecer. A vida nos ensina muita coisa. Aquela tarde nos ensinou muito. Durante tempo todo, a seleção tem mostrado. Está passando por cima de tudo que aconteceu. Tempo de aprendizado e tempo de preparação em busca desse sonho que é sonho de todos”, finalizou.

Notícias ao Minuto

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula