header top bar

section content

VÍDEO: Após campanhas, atleta cajazeirense consegue apoio e vai realizar sonho de correr a São Silvestre

Mesmo com poucos recursos financeiros, Carlos Kennedy consegue superar dificuldades e conquistar ótimos resultados em corridas de longa distância

Por Jocivan Pinheiro

28/12/2017 às 16h26 • atualizado em 28/12/2017 às 16h27

Após algumas campanhas para arrecadar fundos e patrocínios, o atleta cajazeirense Carlos Kennedy vai poder realizar o sonho de correr a São Silvestre. Ele embarca para João Pessoa nesta quinta-feira (28). De lá, segue para São Paulo.

Mesmo com quase nenhum apoio do poder público e nem patrocinadores oficiais, Carlos Kennedy, que reside no sítio Cantinho, na zona rural de Cajazeiras, consegue superar as dificuldades e conquistar ótimos resultados em corridas de longa distância.

VEJA TAMBÉM: Atleta cajazeirense pede ajuda pra realizar sonho de correr a São Silvestre; veja como patrocinar

No começo desse ano ele terminou em segundo lugar numa das principais provas de atletismo do Brasil, a Corrida do Fogo, que é realizada há 13 anos em Campina Grande. Foi a segunda vez que o cajazeirense chegou entre os três primeiros nessa competição.

Apesar dos obstáculos estruturais, o jovem disse que está preparado para a principal maratona do Brasil: “Desde o começo de novembro a gente vem se preparando. A gente sabe que para participar de uma São Silvestre e correr em alto nível precisa de muita coisa. A gente não tem. A gente tem o básico e a força de vontade que todo atleta tem. Mas eu acho que a preparação que eu fiz com meu treinador vai dar para ir lá e representar bem a cidade de Cajazeiras.”

DIÁRIO ESPORTIVO

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo