header top bar

section content

Em jogo de poucas emoções, Salgueiro e Botafogo-PB estreiam sem gols pela Série C

Time pernambucano foi um pouco superior à equipe paraibana, mas criou poucas chances nos 90 minutos e acabou amargando um empate dentro de casa na estreia

Por Globo Esporte PB

16/04/2018 às 10h12 • atualizado em 16/04/2018 às 10h13

Salgueiro apenas empatou com o Botafogo-PB

Jogando no Estádio Cornélio de Barros, o Salgueiro apenas empatou com o Botafogo-PB na estreia das duas equipes pela Série C do Campeonato Brasileiro. Pouco inspirados na tarde deste domingo, tanto Carcará como Belo não criaram muitas chances de gol e o 0 a 0 traduziu bem o que foi o jogo. Um pouco melhor que o adversário, o Salgueiro ficou mais perto da abertura do placar, mas acabou esbarrando na própria ineficiência na hora de finalizar. Para o Botafogo-PB, o resultado acabou sendo bom, já que o time faz seu primeiro ponto no torneio, jogando fora de casa.

PRIMEIRO TEMPO FRACO
Na primeira etapa, o jogo foi ruim. As equipes pouco conseguiam chegar na meta adversária. Tanto que a primeira finalização foi somente aos 18 minutos. E pífia. Carlos Renato, do Botafogo-PB, avançou sozinho pela intermediária, chutou, mas a bola foi bem fraquinha e longe do gol. A grande chance do primeiro tempo foi do Salgueiro, em uma jogada de falta ensaiada. Fabiano tocou para João Paulo, que virou, bateu forte no ângulo de Saulo, que se esticou todo para impedir a abertura do placar.

SEGUNDO TEMPO UM POUCO MELHOR… DO SALGUEIRO
Na etapa complementar, o Salgueiro foi o dono do jogo. Criou chances e teve oportunidades claras de fazer o primeiro gol. Na melhor delas, Erikys recebeu um bom passe de Emerson, ficou na frente de Saulo, mas chutou por cima, desperdiçando a melhor chance do jogo. Acuado, o Belo pouco agrediu e jogou muito mais para manter o empate do que para ganhar.

ÁRBITRO MARCA E DESMARCA PÊNALTI
A grande emoção da partida no Estádio Cornélio de Barros aconteceu aos 26 minutos da segunda etapa. Após cruzamento na área, a bola bateu em Lula e um dos auxiliares do jogo assinalou que foi na mão, marcando pênalti. De pronto, o árbitro Dênis da Silva Ribeiro Serafim, de Alagoas, apitou e apontou para a marca penal. Os jogadores botafoguenses se revoltaram, cercaram o bandeira, e depois de muito papo e confusão, o árbitro da partida resolveu voltar atrás e não marcar a penalidade.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS
Com o empate, Carcará e Belo fazem um ponto, cada, e saem do zero na classificação. Na próxima rodada, no domingo, o Salgueiro viaja até Aracaju, onde enfrenta o Confiança na Arena Batistão, às 16h. Já o Belo recebe o Náutico no Almeidão, no mesmo dia, só que às 19h.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/pe/petrolina-regiao/futebol/brasileirao-serie-c/jogo/15-04-2018/salgueirope-botafogo-pb/

CALDEIRÃO POLÍTICO

Radialista comenta a polêmica união do Prefeito de São João do Rio do Peixe com Ricardo Coutinho. VEJA

CASOS QUASE PERDIDOS

VÍDEO: Médico cajazeirense relata ‘milagres’ na sala de cirurgia que ‘resgataram’ pacientes da morte

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

A divindade de Cristo e do Espirito Santo é bíblica? Programa Evangélico tira dúvidas em relação ao tema

EX-POLICIAL MILITAR

VÍDEO: Antes de virar pastor, ex-policial diz que matava pessoas porque resolveu “tomar o lugar de Deus”