header top bar

section content

Benzema teria admitido envolvimento na chantagem com vídeo íntimo de amigo

O jogador foi indiciado por 'cumplicidade em uma tentativa de chantagem' e por conspirar para cometer um ato criminoso

Por

06/11/2015 às 08h05

Benzema e Valbuena são companheiros de seleção (Foto: Franck Fife/AFP)

O atacante Karim Benzema, do Real Madrid, reconheceu à polícia que estava envolvido na tentativa de chantagem contra seu colega de seleção francesa Mathieu Valbuena com um vídeo íntimo, informou uma fonte próxima ao caso.

O jogador, que depois de passar 24 horas sob custódia policial foi levado nesta quinta-feira para uma audiência com um juiz de instrução, "reconheceu ter falado com Valbuena a pedido de um amigo de infância, que havia sido contatado pelos três extorsionários que possuíam o vídeo sexual", disse a fonte.

Benzema explicou que tentou "ajudar" este amigo, sem pensar que poderia prejudicar Valbuena.

Segundo esta versão, Benzema acertou com o amigo sobre o que deveria falar a Valbuena com o objetivo de que o jogador negociasse exclusivamente com esta pessoa.

Porém, segundo publicação do jornal espanhol "Marca", o advogado do jogador, Sylvain Cormier, desmentiu a informação de que o atacante tenha confirmado o envolvimento no caso. Ele também assegurou que o atleta do Real Madrid está disposto a "colaborar com a justiça".

O jogador de 27 anos foi indiciado por "cumplicidade em uma tentativa de chantagem" e por conspirar para cometer um ato criminoso, um delito que pode resultar em pena de até cinco anos de prisão, informou a promotoria de Versalhes, na região de Paris..

Band

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017

INTERVIEW

Educadora fala da infância difícil e sua trajetória de sucesso: ‘Faltava dinheiro, mas não alegria’