header top bar

section content

Após problema depressivo, Rebeca Gusmão revela: “Eu pedi para morrer”

Ex-nadadora conta que perdeu o desejo de viver e que a natação ajudou a superar a depressão e voltar a viver intensamente.

Por

28/06/2015 às 12h37

Rebeca em ensaio para o site Paparazzo (Foto: Ego.com)

Rebeca Gusmão começou a nadar aos seis anos de idade. Aos 22 foi banida do esporte. Nos anos seguintes, enfrentou o lado mais sombrio da vida e tentou se matar duas vezes. Foram duas internações em estado grave, mas a própria natação a ajudou a sair da depressão.

Hoje recuperada e trabalhando muito, Rebeca, que nega ter se dopado, mostra que tudo tem o seu tempo, não importa o motivo. 

"Para o esporte ser banida é como uma pena de morte", explica a ex-nadadora.  

 Além da opinião pública, ela teve que enfrentar a si própria.    

"Teve um momento que pensei: não quero mais viver. Não quero mais sentir dor. Chega. Eu não tenho mais força pra sentir dor". Revela. 

E respondeu diretamente quando Glenda a perguntou se, no auge da crise, achou que iria morrer

"Achei. Achei. Eu pedi pra morrer".
   
Hoje aos 30 anos, Rebeca é formada em educação física, conseguiu perder os quilos que ganhou nos tempos depressivos e desceu de 106 quilos para apenas 60. O abdômen ganhou novas formas, os seios ganharam próteses de silicone e o corpo foi lapidado com muita musculação. Além de técnica de natação, ela trabalha como personal trainer nas academias de Brasília, e também como modelo fotográfico. 

GLOBO ESPORTE

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017