header top bar

section content

Jogador do Vasco será indiciado por agressão e vazamento de vídeo, diz delegada

'Mandei o vídeo sem querer', disse Bernardo, em áudio enviado a Patrícia.

Por

19/06/2015 às 07h25

Bernardo e a ex-namorada Patrícia Mello (Foto: Reprodução/Instagram)

A delegada Adriana Belém, da 42ª DP que recebeu um laudo que confirma que Patrícia Mello, ex-companheira de Bernardo, foi agredida pelo jogador do Vasco. Com isso, ela concluiu o inquérito e vai indiciar o atleta por lesão corporal e ameaça. A delegada teve acesso ainda a uma confissão de voz de Bernardo, em áudio enviado à ex, pedindo desculpas por ter passado o vídeo para um amigo.

"Eu estava bebendo, eu ia mandar outra parada para ele, amor. Eu te falei, cara. Foi sem querer, cara. Pela amor de Deus", diz o jogador no áudio, entregue à polícia pelo advogado de Patrícia.

Adriana deve mandar o inquérito ao Ministério Público até esta sexta-feira (18). "Vou indiciar o Bernardo pela lesão corporal e a injúria, devido ao vídeo que ele confirma ter vazado para um amigo", informou a delegada.

Após uma hora e meia de depoimento, Patrícia Mello deixou a delegacia no Recreio, na Zona Oeste do Rio, e se disse muito triste com as declarações de Bernardo, que nesta quarta (17) disse estar "tranquilo" sobre as acusações.

"Minha vida se tornou um inferno por causa dele, e quem está tranquilo não está arrependido do que fez", disse Patrícia.

Patrícia afirmou ainda que, após o episódio em que Bernardo mandou fotos dele mesmo com uma faca na mão, ameaçando se matar e depois ameaçando a então namorada, voltou à casa de Bernardo "com medo de que alguma coisa acontecesse. "Eu fiquei muito assustada."

Consumo diário de álcool
No depoimento, Patrícia teria afirmado que foi agredida mais de uma vez por Bernardo e que o jogador teria rompantes de violência contra ele mesmo, agravados pelo consumo diário de álcool.

"Ele mesmo se agredia em alguns momentos, segundo ela conta. Ela contou que ele era um rapaz violento em alguns momentos", relata a delegada Adriana Belém.

Agressões confirmadas
Adriana Belém afirma que o exame de corpo delito entregue na delegacia confirma que o jogador agrediu Patrícia nas costas, nos quadris, braços e pernas. "Foram as mesmas partes em que ela alegou as agressões", diz a delegada.

O advogado de Patrícia, Carlos Gonçalves, afirmou que trouxe para a delegada Adriana Belém provas de que Bernardo vazou os vídeos íntimos em maio, quando ainda namorava com Patrícia, além do exame de corpo de delito positivo para agressões.

"Existe um vídeo em que o Bernardo confessa que vazou o vídeo. Os resultados do exame de corpo delito também provam que ela foi agredida", explicou ele.

'Acusações infundadas'
Por meio de nota, enviada na semana anterior por seu advogado, o meia-atacante disse que está sendo vítima de "acusações infundadas". "O sr. 

Bernardo desconhece qualquer tipo de acusação contra si, uma vez que sequer foi intimado de quaisquer medidas judiciais que lhe fossem desfavoráveis, muito menos as descumpriu. Em verdade, o referido atleta vem sendo vítima de acusações infundadas, o que será provado patentemente ao final das investigações que existam ou venham existir. Em tempo, a principal preocupação do atleta é seguir trabalhando com o fito de honrar seus compromissos pessoais e laborais junto à agremiação que defende”, defendeu o advogado de Bernardo, na ocasião.

Segundo o boletim de ocorrência, ela teria recebido chutes e socos, além de xingamentos e ameaças. O advogado de Patrícia, Rodrigo Cardoso Fernandes, disse ainda que Bernardo colocou uma faca na própria garganta e pediu para Patrícia matá-lo. Depois, passou a ameaçá-la com o objeto. A pena pode ser de até 4 anos de prisão.

Entre as medidas protetivas já deferidas para Patrícia, estão o afastamento de até 300 metros e a suspensão da comunicação entre eles. "Ele tentou entrar em contato, mas ela não respondeu. E continuará assim", pontuou Rodrigo.

Relacionamento de três anos
Os dois mantiveram um relacionamento de 2012 a maio de 2015. De acordo com o registro de ocorrência, Patrícia foi agredida com socos, tapas e pontapés, xingada e ameaçada.

Jogador foi afastado do Vasco
Bernardo teve o contrato suspenso pelo Vasco, em sua quarta passagem pelo clube. Após discutir e chamar para a briga um torcedor em uma rede social, ele foi cortado da delegação.

Polêmicas
Aos 25 anos, Bernardo coleciona polêmicas dentro e fora de campo. Na segunda-feira (8), após ser hostilizado por torcedores em sua conta no Instagram, o jogador chamou um deles para a briga. “Seu torcedorzinho, vai lá porta. Vamos ver, irmão! Tu é p***. Resolve eu e você, mano”.

Em 2013, o jogador teria sido torturado por traficantes do Conjunto de Favelas da Maré, no Subúrbio do Rio, em 2013, por ter se envolvido com Daiane Rodrigues, uma das mulheres de Marcelo Santos das Dores, o ‘Menor P”, chefe do tráfico na região, preso em 2014.

G1

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan