header top bar

section content

Brasil faz pior jogo do ano, perde para Colômbia e fica sem Neymar em ‘decisão’

O time canarinho abusou das faltas próximas à área e acabou sendo penalizado aos 35 minutos do primeiro tempo.

Por

18/06/2015 às 07h42

Neymar lamenta durante Brasil e Colômbia ( Foto: Getty Images)

A decisão da vaga na próxima fase ganhou contornos dramáticos para o Brasil. Em noite sofrível, a seleção foi dominada pela Colômbia, perdeu por 1 a 0 nesta quarta-feira, no Estádo Monumental, em Santiago, e ainda não terá Neymar, suspenso, na 'decisão' contra a Venezuela, na última rodada, no próximo domingo.

O time canarinho abusou das faltas próximas à área e acabou sendo penalizado aos 35 minutos do primeiro tempo.

Mesmo cercado, Radamel Falcão García foi derrubado por Fred do lado direito. Cuadrado cruzou na área, Daniel Alves afastou mal e Jeison Murillo aproveitou o bate-rebate para abrir o placar.

Não funcionaram as mudanças feitas por Dunga: ele surpreendeu na escalação trocando David Luiz e Diego Tardelli por Thiago Silva e Roberto Firmino, respectivamente. O Brasil fez especialmente o primeiro tempo abaixo da média.

Atuando mais uma vez como 'visitante' diante da maioria colombiana, a seleção não conseguiu se encontrar em campo e sofreu com a falta de tranquilidade no meio-de-campo. A bola passava pelo setor, mas não parava. Willian esteve novamente apagado, Firmino se escondia e Fred não conseguia completar uma jogada.

Neymar, por sua vez, exagerava no individualismo.

Como resultado, foram mais de 20 minutos sem um finalização no gol.

A Colômbia, por outro lado, não sentia a pressão de ter de vencer após largar perdendo para a Venezuela e contava com Carlos Sánchez em uma noite impecável para anular o meio brasileiro e chegar bem ao ataque.

O prejuízo do Brasil poderia ter sido ainda maior: Sanchez e Cuadrado, em excelente combinação com James e Teo Gutiérrez, desperdiçaram a chance de aumentar.

Para piorar, na melhor chance na etapa inicial, aos 44 minutos, Daniel Alves mandou na área e Neymar, sozinho, cabeceou para milagre de Ospina. No rebote, o craque do Barcelona tocou com a mão na bola e recebeu o cartão. Ele está fora da rodada final contra a Venezuela por segundo amarelo.

No intervalo, Dunga tentou corrigir a falha no meio-campo e voltou com Phillipe Coutinho, enfim, recuperado, no lugar de Fred.

A equipe melhorou.

Com o jogo parelho, Neymar levou perigo de um lado e Cuadrado do outro até que Firmino, aos 13 minutos do segundo tempo, perdeu a oportunidade mais incrível da partida. Murillo recuou mal para Ospina, que dividiu com Elias, levou a pior e viu o atacante do Hoffenheim, com o gol aberto, chutar por cima. 
Surreal.

O time seguia falhando no passe final e ainda voltou a fazer falta rente à área. A dinâmica seguiu a mesma até o fim.

Foram 44.008 mil pessoas no Monumental.

Com o resultado, a Colômbia iguala Brasil e Venezuela com três pontos, na primeira colocação, mas os venezuelos ainda entram em campo contra o Peru, nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), em Valparaíso.

MSN

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires