header top bar

section content

Maradona detona que quer acabar com “anarquia” na Fifa

Ídolo argentino espera que Joseph Blatter deixe a entidade na próxima eleição presidencial

Por

05/05/2015 às 08h47

Maradona vai pedir prisão da filha

O ex-astro do futebol argentino Diego Maradona lançou nesta segunda-feira um ataque ácido contra Joseph Blatter, ao afirmar que a Fifa caiu em uma anarquia desde a chegada do dirigente suíço ao poder.

Poucas semanas antes da eleição presidencial da Fifa, marcada para o dia 29 de maio, Maradona disse que é momento de Blatter, de 79 anos, deixar a entidade.

O argentino, campeão do mundo em 1986, declarou que faria todo o possível para que o príncipe Ali Bin Al Hussein ganhasse a eleição, enquanto o jordaniano disse nesta segunda-feira que poderia considerar abandonar a corrida eleitoral, se acreditasse que um outro candidato opositor tivesse uma chance maior do que a dele.

Maradona não poupou elogios ao dirigente jordaniano. "Se não acreditasse que ele pode ser um bom presidente, não estaria aqui", disse. "Como todos no futebol sabem, dentro da Fifa há total anarquia, só há uma pessoa que decide tudo", acrescentou.

"Mas (o que decide) não sabe nada, por isso é hora de mudança", disse o ex-treinador da Argentina.

O jordaniano de 39 anos, presidente da federação de seu país e membro do comitê executivo da Fifa, é um dos candidatos contra Blatter, assim como o ex-meio-campista português Luis Figo e o presidente da federação holandesa Michael van Praag.

Band

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!