header top bar

section content

Acusado de “arrumadinho” especialista diz que não tem regra específica para caso de Spider

Eduardo De Rose considera situação de Anderson Silva "muito peculiar". Lutador, que almeja vaga no Rio 2016, será julgado em maio pela Comissão Atlética de Nevada

Por

16/04/2015 às 08h48

Anderson Silva treina taekwondo: julgamento do doping no MMA será em maio (Foto: Reprodução/Twitt

A confirmação de que Anderson Silva vai disputar uma vaga nas Olimpíadas de 2016 para defender o Brasil no taekwondo é tratada com cautela pelo médico Eduardo De Rose, integrante da Agência Mundial Antidoping (Wada). O ex-campeão do UFC será julgado no próximo mês por uso de esteroides e poderá ser suspenso por até dois anos pela Comissão Atlética de Nevada. A entidade, no entanto, não é filiada à Wada, como ressalta De Rose.    

– A comissão de Nevada não tem relação com a Wada. Não sei responder sobre isso. É um caso muito peculiar. Não há uma regra específica. A Wada vai se pronunciar no momento oportuno – disse o médico.  

Quando um atleta olímpico é suspenso em uma modalidade, ele também é banido de outros esportes filiados à Agência Mundial Antidoping. Não é o caso de Anderson Silva.  

– Ele não é um atleta olímpico. Vai depender se a Wada entender que a punição também valeria para o esporte olímpico. Esse assunto é mais para advogado do que para médico – disse De Rose, que no próximo mês participa de uma reunião da entidade, em Montreal, no Canadá, quando acredita que terá uma posição mais clara da entidade sobre o assunto.  

Procurado pelo GloboEsporte.com, o secretário da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Marco Aurélio Klein, disse que não vai comentar sobre o assunto.  

– A ABCD não vai comentar sobre o assunto. Tem que ver o desdobramento do caso, que está pendente com a jurisdição de Nevada – disse Klein.

Considerado um dos maiores lutadores da história do MMA, Anderson iniciou sua trajetória nas artes marciais no taekwondo e não por acaso tem em seu currículo grandes golpes provenientes da luta. Ele pesa 84 quilos e teria como principal concorrente na categoria +80kg o atleta Lucas de Oliveira. 

Para os Jogos de 2016, a seleção tem quatro vagas garantidas (duas no masculino e duas no feminino) por ser sede do evento, e outras quatro podem ser conquistadas pela posição dos brasileiros no ranking. Na semana passada, a Confederação Brasileira anunciou que, após uma reunião com o Comitê Rio 2016, ficou decidido que a primeira categoria de peso contemplada seria justamente o peso-pesado masculino. As seletivas internas, que definirão os nomes em cada categoria, serão no início do ano que vem.

GE

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis