header top bar

section content

Deu vitória na estreia do sub-17 brasileiro no Mundial. Confira aqui

Seleção sub-17 ganha da Colômbia por 3 a 2 e começa bem competição que distribuiu vagas no Mundial da categoria

Por

06/03/2015 às 09h05

Brasil começou bem a caminhada para garantir vaga no Mundial da categoria Foto: CBF

A seleção brasileira sub-17 estreou com vitória no Mundial da categoria, nesta quinta-feira, que está sendo disputada no Paraguai. Em jogo bastante movimentado, os garotos do Brasil conseguiram vencer a Colômbia por 3 a 2.

O jogo começou quente e com dois minutos, após falha da defesa brasileira, a Colômbia chegou a comemorar um gol, que acabou sendo anulado pela arbitragem. Mesmo assim foram os Cafeteiros que abriram o placar, já nos acréscimos da primeira etapa, em cobrança de pênalti de Bolaños.

A partida que vinha sendo marcada pelos erros das duas equipes, melhorou no segundo tempo. Aos cinco minutos o Brasil conseguiu o empate, com Leandro, que recebeu no meio da zaga, tirou o goleiro da jogada e marcou com tranquilidade.

Aos 21, veio a virada. Novamente Leandro se destacou, mas desse vez com uma bela assistência para Evander garantir a vantagem brasileira. Ele voltaria a marcar sete minutos depois para dar mais tranquilidade ao Brasil.

Tranquilidade que não durou muito, já que a Colômbia fez seu segundo gol um minuto depois, em belo chute de Ariza, de fora da área, mas a reação não foi suficiente para evitar a vitória do Brasil, que ao lado do Paraguai também soma os mesmo três pontos.

O Brasil volta a campo no próximo sábado, para enfrentar justamente os donos da casa, em briga pela liderança do Grupo A.

Band

Tags:
ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo