header top bar

section content

Despedida: Jogador cai em lágrimas ao sair de campo sob gritos da torcida. “Ôôôô, eterno”

Lateral direito deixa o clube carioca após dez anos e vai defender o Fort Lauderdale Strikers

Por

05/03/2015 às 07h35

Léo Moura se emocionou na despedida do Flamengo (Foto: Marcello Dias/Futura Press/Folhapress)

Na despedida de Léo Moura, que vai defender o Fort Lauderdale Strikers, o Flamengo derrotou o Nacional-URU por 2 a 0, nesta quarta-feira, no estádio do Maracanã. Os gols rubro-negros foram anotados por Eduardo da Silva e Matheus Sávio.

Antes da partida, chamada de "A Última do Moicano", o lateral direito Léo Moura foi homenageado e recebeu uma placa do ídolo Zico pelos dez anos em que esteve na Gávea.

A primeira chance de gol do jogo aconteceu aos 17 minutos. Gabriel cruzou para a área e Marcelo Cirino finalizou por cima da meta adversária.

Dois minutos depois, no entanto, o Rubro-Negro abriu o placar. Léo Moura, o homenageado da noite, fez o passe para Eduardo da Silva, que finalizou no canto de Jorge Bava.

O Fla teve a chance de fazer o terceiro aos 25. Léo recebeu na direita e fez o cruzamento. Marcelo Cirino recebeu e chutou, mas a bola foi para fora.

A etapa final começou como foi a primeira: com o Flamengo no ataque. E logo aos seis minutos saiu o segundo gol. Após chute de Luiz Antônio na trave, a bola sobrou para Matheus Sávio, que entrou no intervalo. O atacante finalizou forte e ampliou o marcador.

Aos nove minutos, Léo Moura foi substituído por Pará. Na saída de campo, sob os gritos da torcida de "ôôô, Léo Moura eterno", se emocionou e caiu em lágrimas, antes de abraçar o técnico Vanderlei Luxemburgo.

Aos 18, o Rubro-Negro quase anotou o terceiro gol. Jonas arriscou de muito longe e Jorge Bava fez a defesa. O goleiro adversário voltou a aparecer aos 27, após finalização de Cáceres.

O Nacional teve a única chance de gol aos 35 minutos. Victor Hugo finalizou de primeira, a bola desviou em Pará e saiu pela linha de fundo.

Após o apito final, nova comemoração aconteceu no gramado do Maracanã. Com uma bandeira do Flamengo, Léo Moura deu uma volta olímpica com o hino rubro-negro de fundo.

Estava decretado. Fim de vitória. Fim de festa. Fim da trajetória do lateral no clube.

O Flamengo volta a campo neste sábado, às 16h, quando enfrenta o Friburguense, no Engenhão, pela oitava rodada do Campeonato Carioca.

Band

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares