header top bar

section content

Definido detalhes para a realização dos Jogos Escolares e Para-escolares na PB. Conheça!

Os Jogos, realizados pela Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), acontecerão nas 14 regionais da Paraíba.

Por

03/03/2015 às 17h04

Jogos escolares serão iniciados na PB

A última reunião técnica para definir detalhes da realização dos Jogos Escolares e Paraescolares edição 2015 foi realizada nesta quarta-feira (4), no auditório da PBTur, em João Pessoa. Na oportunidade, foram apresentadas as ações do Governo do Estado que beneficiaram o esporte durante o período de 2011 a 2014 e ainda os projetos que serão executados ao longo deste ano.

Os Jogos, realizados pela Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), acontecerão nas 14 regionais da Paraíba. As escolas ganhadoras estarão automaticamente classificadas para a etapa estadual e irão para os Jogos Escolares da Juventude, competição do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

O coordenador dos Jogos, José Hugo, reafirmou o convite para a reunião na PBTur. “É importantíssimo que as escolares interessadas em participar dos Jogos compareçam, não só para discutir a parte técnica da competição, como também relembrar do que o governo fez para engrandecer o esporte nos últimos quatro anos”, disse.

Tibério Limeira, titular da Sejel, explicou que os Jogos Escolares da Paraíba sempre procuram seguir as competições do COB. “A equipe técnica da Sejel sempre procura fazer com que os Jogos Escolares sejam adequados aos padrões dos Jogos Escolares da Juventude, do COB. É o Governo do Estado sempre pensando em engrandecer o esporte e o paradesporto”, frisou.

Da Secom

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os organizadores do 1º Eco pedal e o garoto prodígio do futebol Luiz Felipe

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Maria Vitória e Rodrigo Almeida 11.08.2017

INTERVIEW

Educadora fala da infância difícil e sua trajetória de sucesso: ‘Faltava dinheiro, mas não alegria’