header top bar

section content

Com trio inspirado, Barcelona goleia Athletic e fica só a um ponto do Real

Messi, Suárez e Neymar marcam nos 5 a 2 em San Mamés. Uruguaio quebra jejum de quase um mês, e brasileiro perde chances preciosas por displicência na etapa final

Por

08/02/2015 às 22h00

Luis Suárez comemora o seu gol com Lionel Messi (Foto: EFE)

O Barcelona teve a sua rodada perfeita no Campeonato Espanhol. Depois de o Real Madrid ser goleado no clássico contra o Atlético, os catalães fizeram a sua parte e também atropelaram o Athletic Bilbao, por 5 a 2, neste domingo, no San Mamés. A noite (mais uma) de gala do trio Lionel Messi-Neymar-Luis Suárez levou o time ao que se pode chamar de empate técnico na briga pela liderança após 22 rodadas.

A diferença é de um ponto pró-Real, que na quarta comemorava a vantagem de quatro pontos após derrotar o Sevilla, em jogo adiado pela disputa do Mundial de Clubes. Para apimentar um fim de campeonato já empolgante, o Atlético de Madrid aparece em terceiro, com 50 pontos, destinado a defender o seu título conquistado na última temporada até o limite. O roteiro promete mais dois jogões, com Barça x Real na 28ª rodada e Atlético x Barça na 37ª – ou penúltima rodada.

O Athletic Bilbao, antes um incômodo para os grandes, faz péssima campanha. É o 13º, com 23 pontos, e deverá focar seus esforços na Copa do Rei. Os bascos fazem uma das semifinais contra o Espanyol a partir da próxima quarta-feira e, se avançarem, podem encarar justamente o Barça na decisão – os catalães enfrentarão o Villarreal.

Neymar, Suárez e Messi passaram a jugar juntos em outubro, mas um desavisado poderia imaginar que se trata de uma união de década. A verdade é que não há defesa que não possa sofrer quando o trio está inspirado. No San Mamés, o Athletic ainda facilitou a tarefa do Barcelona ao se mandar para o ataque em determinados momentos do jogo, deixando a retaguarda exposta. Um presente para o Barcelona.

O argentino foi o responsável por abrir o placar, em cobrança de falta, aos 15 minutos, com direito a desvio amigo na barreira. Em seguida, aos 26, o camisa 10 serviu o uruguaio em contra-ataque: 2 a 0. Suárez quebrava ali um jejum de quase um mês (29 dias) sem marcar na liga. E já poderia ter o feito antes, mas Iraizoz buscou uma cabeçada de forma milagrosa.

O Athletic também causava certo temor na defesa do Barça. Bravo não estava em noite segura, espalmava bolas fáceis, como na do lance do gol de Mikel Rico, no segundo tempo. O lance abriu uma sequência de quatro gols em seis minutos. Marcaram, na ordem, De Marcos (contra, após desvio de Messi), Neymar (passe de Messi) e Aduriz. Poderia ter sido ainda mais, mas Neymar desperdiçou chances preciosas por pura displicência. No fim, com o Bilbao totalmente entregue e com um a menos (Etxeita foi expulso), Pedro transformou a vitória em goleada.

GE

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’