header top bar

section content

Confusão: Presidentes de Sousa e CSP discutem e quase brigam após jogo. Vídeo!

O clima ficou tão quente que os dois quase chegaram às vias de fato e a situação só foi contornada após a intervenção de outras pessoas

Por

27/02/2014 às 10h29

Confusão após o jogo do CSP e Sousa (Foto: reprodução Globooesporte)

Discussão pesada entre dirigentes no estacionamento do Estádio Amigão após o empate entre CSP e Sousa nesta quarta-feira. Tudo começou quando o mandatário do Dinossauro, o sempre polêmico Aldeone Abrantes, disparou uma série de críticas contra a arbitragem da partida realizada em Campina Grande. Visivelmente incomodado com a situação, o presidente do Tigre, Josivaldo Alves, retrucou as acusações e disse que ele, Aldeone, sempre tentava favorecer sua equipe na base da pressão, com reclamação contra a arbitragem (veja no vídeo ao lado como foi a confusão).

O clima ficou tão quente que os dois quase chegaram às vias de fato e a situação só foi contornada após a intervenção de outras pessoas, inclusive membros das duas delegações, que acompanhavam a discussão. Após os ânimos terem se acalmado, Aldeone disse que existe uma "conspiração" para que o Sousa não chegue à próxima fase do Campeonato Paraibano.

– O problema é que tem time aqui na Paraíba que é usado como laranja. Com o Sousa não acontece isso. Quando a gente entra em uma disputa de fase final, a gente entra para ganhar. E por isso tem muita gente que não quer que o Sousa passe de fase. Por isso que o futebol da Paraíba está do jeito que está. A culpa é de quem manipula a tabela para que a gente vá jogar o último jogo contra o Atlético lá em Cajazeiras sendo que esse jogo já podia ter acontecido. Aí quando a gente vem reclamar falam que Aldeone Abrantes é polêmico – comentou o presidente sertanejo.

Josivaldo retruca
Pelo lado do CSP, Josivaldo Alves disse que a prática do colega sertanejo é intimidar a arbitragem para, dessa maneira, fazer com que seu time seja favorecido nas partidas do estadual.

– Não sei se a arbitragem errou. E se errou, ele (Aldeone) tem todo o direito de reclamar. Mas o problema é que todo mundo já sabe da pressão que o Sousa faz, principalmente em cima de arbitragem. Quando nós fomos jogar lá, tivemos vários lances a nosso favor que não foram marcados pela arbitragem e mesmo assim ninguém fez uma confusão dessa. Chega uma hora que a gente não aguenta. Eles pressionam e se o árbitro não faz o que eles querem, ficam fazendo essas situações para criar um medo quando os árbitros forem para lá – disse Josivaldo.

A bronca da diretoria sousense ficou por conta de dois lances já no segundo tempo da partida. No primeiro, a reclamação foi sobre uma suposta agressão contra um jogador do Dinossauro, que não foi registrada pelo árbitro Antônio Umbelino. O outro lance foi um pênalti não assinalado para o Sousa quando a partida chegava aos 40 minutos da etapa complementar. 

Com as polêmicas fora das quatro linhas, CSP e Sousa ficaram no empate por 0 a 0 e mantiveram suas posições na tabela de classificação do Campeonato Paraibano. O Dinossauro é o líder da competição estadual, agora com 24 pontos conquistados, enquanto o Tigre aparece em segundo lugar, com 23..

Assista abaixo!

Fonte: Globoesporte

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’