header top bar

section content

MP reprova estádios de Cajazeiras e Sousa e times terão que jogar em Patos

O promotor Walberto Lira explicou que apenas o municipal José Cavalcanti, na cidade de Patos está apto para partidas.

Por

26/12/2013 às 18h42

O Ministério Público realizou nesta quinta-feira (26), uma vistoria no estádio Perpétuo Correio Lima (O Perpetão), para o campeonato paraibano de 2014, que será iniciado no próximo dia 05 de janeiro.

O promotor Walberto Lira declarou que ficou espantado ao ver o estado físico do Perpetão e disse que não tem condições de liberar o estádio para a realização das partidas de futebol.

“Não há condições mínimas para liberar o estádio. Não há condições de realizar as primeiras partidas no Perpetão”. Destacou o promotor

Walberto explicou que a situação de Cajazeiras é preocupante, assim como o estádio Marizão na cidade de Sousa.

Ele informou que os jogos serão realizados no estádio municipal José Cavalcanti, na cidade de Patos. “É o único estádio apto para as partidas”.

O assessor jurídico da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Jader Ribeiro disse que o estádio foi reprovado pela vistoria, pois apresenta risco as equipes. “Com certeza. Esta é a realidade de Cajazeiras.

 

O outro lado
O secretário de Esporte do Governo Ricardo Coutinho (PSB), Tibério Limeira afirmou que a obra é complexa e a construtora atrasou o cronograma previsto. “O atraso ocorreu por falta de material e até de água”

Tibério disse que já pediu o adiamento da abertura do campeonato na Paraíba, para que o estádio fique pronto e o Atlético possa estrear em casa. “O ideal é que se adie o campeonato”

De acordo com o secretário, a reforma do estádio Perpetão estará pronto no mês de fevereiro. “São mais dois meses para conclusão das obras”

Mais fotos na galeria. Clique e aumente a imagem!

Ouça áudio da Rádio Alto Piranhas!

[mp3:caso_perpetao_2612203.mp3]

Veja reportagem da TV Diário do Sertão

DIÁRIO DO SERTÃO 

Tags:
ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”

CÓDIGO COMPROVA

No 1º Xeque-Mate de 2018, tecnólogo diz que é fácil fraudar eleições com urna eletrônica e explica como

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o centravante Bruno Aurora, Carlos Kennedy e o presidente da ASCAT-CZ