header top bar

section content

Eterno Flamenguista, Zico vai jogar contra o Brasil, entenda o porquê.

Treinador da seleção do Oriente Médio, Galinho afirma que partida seria uma importante para aumentar a autoestima do povo iraquiano

Por

12/11/2011 às 18h52

A Seleção desembarcou em Doha na última sexta-feira, onde vai encarar o Egito, no Estádio do Al Rayyan. Coincidentemente, à noite, o Iraque comandado por Zico bateu a China por 1 a 0, na capital do Qatar, em jogo válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. Um dia após o triunfo e praticamente colocar a equipe do Oriente Médio na próxima fase da competição, o Galinho falou da possibilidade de acontecer um amistoso entre o Brasil e a sua equipe, em Bagdá.

– Existe essa chance e eu soube da possibilidade por acaso. Estava viajando e encontrei com o Ministro das Relações Exteriores do Iraque, que tinha tido uma conversa com o Ricardo Teixeira. Essa partida seria uma homenagem ao povo iraquiano – afirmou o treinador.

Zico,
Zico está no Qatar, onde comandou o Iraque na sexta (Foto: Márcio Iannacca/GLOBOESPORTE.COM)

De acordo com Zico, a partida seria realizada em Bagdá nos mesmos moldes do amistoso entre a Seleção Brasileira e o Haiti, em 2004. Naquela ocasião, o time canarinho goleou por 6 a 0.

– Seria da mesma maneira que o Brasil fez com o Haiti. Existe o bom relacionamento entre os países e isso pode ajudar. Seria ótimo o Brasil jogar em Bagdá, mas com toda a segurança, com a ajuda da ONU. O Iraque voltou a ter a sua liga e está lutando para voltar a jogar um Mundial, o que não ocorre desde 1986. O país precisa dar todas as condições para que aconteça o jogo, assim como ocorreu no Haiti.

Zico afirmou ainda que seria um presente para o povo do país.

– Seria um conforto para os torcedores, para as pessoas que gostam do futebol e da Seleção Brasileira.

Com a vitória sobre a China, na última sexta-feira, o Iraque chegou aos oito pontos no Grupo A e ocupa a segunda colocação, com a mesma pontuação da líder Jordânia. Na próxima terça-feira, as duas seleções vão se enfrentar em Amman. Um triunfo pode colocar a equipe de Zico na próxima fase das eliminatórias.

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula