header top bar

section content

Onze são presos por usar calça caída na Flórida

Preocupada com a "banalização" do uso de calças largas que deixam cuecas à mostra, a polícia de Riviera Beach (Flórida, EUA) reforçou a fiscalização no último mês. O resultado, até agora, são 11 pessoas presas. Segundo as autoridades, os infratores têm entre 18 e 36 anos. As penas começam em US$ 150 em multa e […]

Por

12/09/2008 às 17h49

/Preocupada com a "banalização" do uso de calças largas que deixam cuecas à mostra, a polícia de Riviera Beach (Flórida, EUA) reforçou a fiscalização no último mês. O resultado, até agora, são 11 pessoas presas.

Segundo as autoridades, os infratores têm entre 18 e 36 anos. As penas começam em US$ 150 em multa e chegam a até 30 dias de prisão – no caso dos reincidentes

O uso de calças baixas na Flórida é considerado "ilegal" quando deixa à mostra mais de 5 cm das roupas íntimas.

Cidades da Flórida e outras do sul dos Estados Unidos pretendem transformar em fora-da-lei aquilo que muitos adolescentes consideram fashion: calças largas, que chegam ao meio do traseiro e deixam à mostra as roupas íntimas, quando não um bom pedaço do corpo

Em março de 2008, a Flórida determinou a suspensão de estudantes que insistirem em usar calças baixas nas escolas.

"Tudo o que fazemos agora é tentar informar ao pessoal que há uma moda hoje que não tem uma origem muito boa", disse o senador Gary Siplin à época.

G1

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview