header top bar

section content

#EMOÇÃO: Menino de 5 anos morre em UTI nos braços do Papai Noel; Ele chorou contando o ocorrido; “O envolvi em meus braços”. Vídeo!

Os familiares ficaram olhando pela janelinha na entrada a Unidade de Terapia Intensiva.

Por Luzia de Sousa

13/12/2016 às 13h40 • atualizado em 13/12/2016 às 13h57

Um menino de 5 anos, que estava internado em estado terminal, morreu nos braços do Papai Noel no Tennessee, nos Estados Unidos. A história foi divulgada por um colunista do jornal “Knoxville News-Sentinel” e viralizou nas redes sociais.

Eric Schmitt-Matzen contou que recebeu uma ligação de uma enfermeira dizendo que o menino gostaria de ver o Papai Noel.

Ele pediu um tempo para se arrumar e ela deixou claro que não teria tempo para esperar. “Venha agora”, disse a enfermeira ao papai noel.

Então, Schmitt-Matzen chegou no hospital em 15 minutos. Ele encontrou vários familiares do menino e a mãe, que tinha comprado um presente para ele dar ao menino.

O Papai Noel pediu para as pessoas deixarem os dois a sós. “Se vocês continuarem no quarto eu não conseguirei fazer meu trabalho”, contou.

Os familiares ficaram olhando pela janelinha na entrada a Unidade de Terapia Intensiva.

O papai noel encontrou o menino deitado, muito fraco, prestes a partir. “Eu ouvi dizer que vai sentir falta do Natal. Não tem como isso acontecer. Você vai se tornar meu duende número 1”, afirmou.

“Eu?”, indagou o menino

“Sim, certamente”, reiterou o papai noel.

Eric Schmitt-Matzen entregou o presente para o menino, que mal podia abrir a embalagem. Quando viu o presente ele sorriu.

“Eles me disseram que eu vou morrer. Como eu posso saber quando eu chegar ao lugar para onde eu estou indo?”, perguntou.

Eric Schmitt-Matzen, então, pediu que quando ele chegasse lá ele dissesse: “Eu sou o duende número 1 do Papai Noel. Eu estou certo de que vão deixá-lo entrar”.

O menino deu um abraço e ainda perguntou: “Papai Noel, você pode me ajudar?”, mas não teve tempo de completar a pergunta.

“Eu envolvi meus braços em torno dele. Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, ele morreu ali mesmo. Eu deixei ele ficar, apenas abraçado”, contou Schmitt-Matzen, que voltou para casa chorando.

G1

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview