header top bar

section content

Corpo de homem é encontrado dentro de cobra de 7 metros

Akbar Salubiro, de 25 anos, havia saído no domingo de sua casa, em Mamuju, na ilha das Celebes.

Por Priscila Belmont

30/03/2017 às 09h42 • atualizado em 30/03/2017 às 09h44

O corpo inteiro de um indonésio declarado desaparecido foi encontrado no ventre de uma píton de sete metros que o engoliu, indicou nesta quarta-feira (29) um responsável local do arquipélago do sudeste asiático.

Akbar Salubiro, de 25 anos, havia saído no domingo de sua casa, em Mamuju, na ilha das Celebes, e não voltou.
Preocupada, sua família avisou a polícia. Depois de encontrar uma píton com uma barriga enorme no dia seguinte nos arredores, os familiares de Akbar pensaram imediatamente que a serpente havia devorado o homem, explicou um responsável de Salubiro, uma aldeia próxima.

A píton estava perto de uma plantação de palma de óleo da família e tinha dificuldades para se deslocar devido a sua barriga inchada, acrescentou o responsável, Junaidi.

“Pensamos imediatamente que a serpente havia devorado Akbar porque perto do lugar encontramos frutos de palmeira, a ferramenta que utilizava para a colheita e uma bota”, acrescentou o responsável.

Os vizinhos mataram. Após uma hora, cortaram a pele da serpente e encontraram dentro dela o corpo inteiro do jovem.

“A vítima foi tragada provavelmente no domingo, já que seu corpo já estava inchado quando o encontramos”, acrescentou.

Nos anos 1990, uma píton foi encontrada na mesma região, mas nunca ninguém havia sido devorado por uma serpente, indicou Junaidi.

Em 2013, em Bali, uma píton matou um vigia em um hotel junto a uma praia da ilha mais turística da Indonésia.

G1 com imagens de Tube News

ENTREVISTA

No Xeque-Mate, corretor avalia que Cajazeiras é melhor do que Sousa para investir no mercado imobiliário

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”