header top bar

section content

Nova profissão: ‘Especialista’ cobra R$ 3 mil para ver casais fazendo sexo e dar sua opinião

O serviço funciona de forma bem "simples"

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

03/04/2017 às 08h40

Nova profissão promete aquecer o mercado no mundo (Foto: iStock)

Dentre todas as profissões relacionadas ao sexo, uma é recente: o treinador sexual. A função deste coach é analisar as relações sexuais dos casais e dar a sua opinião sobre o que pode ser melhorado e mudado.

O profissional cobra US$ 1 mil (cerca de R$ 3 mil) para observar e aconselhar, segundo o site JC. Kenneth Play conta que começou a trabalhar como coach sexual há dois anos e já conta com mais de 50 casais em sua carteira de clientes.

O serviço funciona de forma bem “simples”: o treinador vai à casa dos amantes para observar o desempenho com o(a) parceiro(a)(os)(as), que é feita em duas partes: na primeira parte ele interfere e indica o que pode ser melhorado; na segunda ele apenas assiste e não interfere. Após a relação sexual, Kenneth conta os pontos positivos e negativos observados e indica o que deve ser melhorado para que os envolvidos tenham mais prazer. Segundo o especialista, o maior problema com o qual ele se depara é a falta de comunicação., o que dificulta a realização de fantasias e novas posições.

Notícias ao Minuto

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!