header top bar

section content

Nova profissão: ‘Especialista’ cobra R$ 3 mil para ver casais fazendo sexo e dar sua opinião

O serviço funciona de forma bem "simples"

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

03/04/2017 às 08h40

Nova profissão promete aquecer o mercado no mundo (Foto: iStock)

Dentre todas as profissões relacionadas ao sexo, uma é recente: o treinador sexual. A função deste coach é analisar as relações sexuais dos casais e dar a sua opinião sobre o que pode ser melhorado e mudado.

O profissional cobra US$ 1 mil (cerca de R$ 3 mil) para observar e aconselhar, segundo o site JC. Kenneth Play conta que começou a trabalhar como coach sexual há dois anos e já conta com mais de 50 casais em sua carteira de clientes.

O serviço funciona de forma bem “simples”: o treinador vai à casa dos amantes para observar o desempenho com o(a) parceiro(a)(os)(as), que é feita em duas partes: na primeira parte ele interfere e indica o que pode ser melhorado; na segunda ele apenas assiste e não interfere. Após a relação sexual, Kenneth conta os pontos positivos e negativos observados e indica o que deve ser melhorado para que os envolvidos tenham mais prazer. Segundo o especialista, o maior problema com o qual ele se depara é a falta de comunicação., o que dificulta a realização de fantasias e novas posições.

Notícias ao Minuto

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires