header top bar

section content

“Superlua” encanta internautas em várias partes do mundo

O raro acontecimento ocorre quando a Lua atinge seu ponto de maior proximidade em relação à Terra

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

04/12/2017 às 09h44

Foto da Superlua registrada em Marseille, no sul da França (Foto: Jean-Paul Pelissier/Reuters)

A Superlua foi registrada em diferentes países neste domingo (3). Nas fotos abaixo, os registros foram feitos em Mianmar, na Inglaterra, na França e em Israel. A Superlua ainda poderá ser observada em 1º e 31 de janeiro do ano que vem, segundo a agência espacial americana (Nasa).

A Superlua aparece quando a Lua está mais próxima ao planeta Terra. A Lua é o satélite natural da Terra. Para acompanhar o fenômeno astronômico não é necessário o uso de telescópios. As condições climáticas podem, porém, atrapalhar a visibilidade da Superlua.

Alguns equipamentos podem ajudar a enxergar a Superlua com mais detalhes, como lunetas, binóculos, telescópios ou câmeras.

Superlua em 31 de dezembro

Essas duas primeiras superluas – a deste domingo e a do feriado do dia 1º – são uma boa chance para treinar as fotografias do que promete ser a versão “especial” no ano que vem. No dia 31 de janeiro, o fenômeno será acompanhado de um eclipse lunar total.

A má notícia é que ele não será visível no Brasil. O eclipse será visto do oeste da América do Norte, em todo o Pacífico até a Ásia Oriental. A superlua do dia 31 também será a segunda lua cheia do mês de janeiro, chamada de Blue Moon (Lua azul).

G1

Tags:
PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa