header top bar

section content

Apple vai cobrar por aplicativos em real a partir de 2018

A mudança vale para compras no iTunes Store, iBooks Store, Apple Music e armazenamento do iCloud

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

09/12/2017 às 17h30 • atualizado em 08/12/2017 às 19h32

No Android os consumidores já pagam a fatura em real desde 2014 (Foto: iStock)

A Apple anunciou nesta quinta-feira que vai começar a cobrar em reais pelas compras realizadas na App Store, iTunes Store, iBooks Store, Apple Music e armazenamento do iCloud. Os sistemas são utilizados nos dispositivos da empresa, como iPhone, iPad e iPod.

Apesar de não divulgar detalhes, a empresa informou que os clientes passarão a pagar o valor em moeda nacional no início de 2018. Atualmente a cobrança é feita em dólar – no Android os consumidores já pagam a fatura em real desde 2014.

Desde outubro, a Apple passou a solicitar que os clientes da loja virtual de aplicativos insiram os dados do CPF. Para fazer a compra de aplicativos, o usuário vai precisar de um cartão de crédito internacional, mas o valor será debitado em real.

A Apple Brasil informou que ainda não sabe como o valor dos produtos em real será definido.

Veja

Tags:
ENTREVISTA

No Xeque-Mate, corretor avalia que Cajazeiras é melhor do que Sousa para investir no mercado imobiliário

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”