header top bar

section content

Deputado José Aldemir denuncia as péssimas condições das rodovias no sertão

O deputado pede providências urgentes por parte do DER e do DENIT, mesmo sabendo que nas épocas de chuvas as condições se complicam mais ainda, tendo em vista as dificuldades de operacionalização.

Por

19/04/2009 às 23h10

Falta de sinalização e má conservação das pistas são algumas das denuncias do deputado José Aldemir. O parlamentar sertanejo que está visitando os seus correligionários, afirma que, os principais problemas enfrentados por motoristas e pedestres nas rodovias estaduais tem sido a falta de sinalização e as crateras encontradas, chegando até a provocar acidentes.

Segundo o deputado, a PB 400, que liga a cidade de Cajazeiras a Itaporanga, a PB 393 que liga Cajazeiras a São João do Rio do Peixe, como também as PBs que ligam Triunfo e Santa Helena a São João e as PBs que ligam a BR 230 ao Posto Arizona em Cachoeira dos Índios e a BR 230 a Bom Jesus, estão praticamente intrafegáveis. Além da buraqueira que já tomou conta das estradas, o mato está adentrando a pista, tornando ainda mais perigoso o tráfego de veículos. Zé Aldemir afirmou que em alguns trechos, não é possível ultrapassagens e nem tão pouco cruzamento de carros, pois a pista de rolamento está tão estreita devido o mato que toma conta das encostas que só passa um veículo.

O deputado sertanejo ainda lembrou que, além das rodovias asfaltadas, a situação se torna ainda mais preocupante nas estradas carroçais. Aldemir lembra as estradas de Carrapateira a São José de Piranhas e Nazarezinho, Poço José de Moura a Brejo das Freiras e Bernardino Batista, Santarém e Poço Dantas a Uiraúna, segundo o parlamentar, com as fortes chuvas caídas na região recentemente, em alguns locais o tráfego se tornou impossível.

/O deputado pede providências urgentes por parte do DER e do DENIT, mesmo sabendo que nas épocas de chuvas as condições se complicam mais ainda, tendo em vista as dificuldades de operacionalização.

Protesto
Nesta segunda-feira (20), a população de Bonito de Santa Fé fará um protesto contra as péssimas condições da PB 400, que está praticamente intrafegável. Segundo o comunicador da rádio Bonito FM, DJ, em condições normais, o tempo que se gasta entre Cajazeiras e Bonito de Santa Fé é em torno de uma hora, e na atual situação em que se encontra a estrada, o tempo gasto é superior a duas horas.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview