header top bar

section content

Deputado José Aldemir denuncia as péssimas condições das rodovias no sertão

O deputado pede providências urgentes por parte do DER e do DENIT, mesmo sabendo que nas épocas de chuvas as condições se complicam mais ainda, tendo em vista as dificuldades de operacionalização.

Por

19/04/2009 às 23h10

Falta de sinalização e má conservação das pistas são algumas das denuncias do deputado José Aldemir. O parlamentar sertanejo que está visitando os seus correligionários, afirma que, os principais problemas enfrentados por motoristas e pedestres nas rodovias estaduais tem sido a falta de sinalização e as crateras encontradas, chegando até a provocar acidentes.

Segundo o deputado, a PB 400, que liga a cidade de Cajazeiras a Itaporanga, a PB 393 que liga Cajazeiras a São João do Rio do Peixe, como também as PBs que ligam Triunfo e Santa Helena a São João e as PBs que ligam a BR 230 ao Posto Arizona em Cachoeira dos Índios e a BR 230 a Bom Jesus, estão praticamente intrafegáveis. Além da buraqueira que já tomou conta das estradas, o mato está adentrando a pista, tornando ainda mais perigoso o tráfego de veículos. Zé Aldemir afirmou que em alguns trechos, não é possível ultrapassagens e nem tão pouco cruzamento de carros, pois a pista de rolamento está tão estreita devido o mato que toma conta das encostas que só passa um veículo.

O deputado sertanejo ainda lembrou que, além das rodovias asfaltadas, a situação se torna ainda mais preocupante nas estradas carroçais. Aldemir lembra as estradas de Carrapateira a São José de Piranhas e Nazarezinho, Poço José de Moura a Brejo das Freiras e Bernardino Batista, Santarém e Poço Dantas a Uiraúna, segundo o parlamentar, com as fortes chuvas caídas na região recentemente, em alguns locais o tráfego se tornou impossível.

/O deputado pede providências urgentes por parte do DER e do DENIT, mesmo sabendo que nas épocas de chuvas as condições se complicam mais ainda, tendo em vista as dificuldades de operacionalização.

Protesto
Nesta segunda-feira (20), a população de Bonito de Santa Fé fará um protesto contra as péssimas condições da PB 400, que está praticamente intrafegável. Segundo o comunicador da rádio Bonito FM, DJ, em condições normais, o tempo que se gasta entre Cajazeiras e Bonito de Santa Fé é em torno de uma hora, e na atual situação em que se encontra a estrada, o tempo gasto é superior a duas horas.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

Tags:
VÍDEO

Coordenador da Energisa garante melhoria e dá dicas sobre ‘queda’ de raios durante o período de inverno

ENTREVISTA

No Xeque-Mate, corretor avalia que Cajazeiras é melhor do que Sousa para investir no mercado imobiliário

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”