header top bar

section content

Governo cancela contratos de Agência Publicitária

O Governo do Estado cancelou nesta quarta-feira (01) o contrato das sete empresas de publicidade que prestam serviço ao Governo do Estado. De acordo com a secretária de comunicação do Estado, Lena Guimarães, os contratos estavam expirados e consequentemente ficaram sem amparo legal para existirem. Entre as empresas está a Mix que detinha a maior […]

Por

01/04/2009 às 19h56

O Governo do Estado cancelou nesta quarta-feira (01) o contrato das sete empresas de publicidade que prestam serviço ao Governo do Estado. De acordo com a secretária de comunicação do Estado, Lena Guimarães, os contratos estavam expirados e consequentemente ficaram sem amparo legal para existirem.

Entre as empresas está a Mix que detinha a maior parte da conta do governo, além da Real Publicidade, Ponto D, GCA Comunicação, Faz Comunicação, Zag, Take e Oficina de Propaganda.

De acordo com dados da secretaria de comunicação, em 2003, a previsão orçamentária para gastos com publicidade era de R$ 7 milhões, mas foram gastos R$ 9 milões. "Os gastos no Governo Cássio são sempre crescentes. em 2008 a previsão era de 17 milhões, mas foram pagos quase R$ 30 milhões". explicou.

Quando questionada sobre os gastos em publicidade previstos para este ano, Lena disse que nada foi gasto ainda e que somente nos dois primeiros meses de 2009, quando Cássio ainda estava no poder, já foi gasto quase R$ 2 milhões de uma previsão de R$ 8 milhões. Ela adiantou que pretende aumentar e muito este orçamento para igualar, pelo menos, ao que foi pago no ano passado.

Lena explicou que os contratos entre as empresas de publicidade e o Estado só podem ter duração de no máximo 60 meses e que os contratos atuais são da licitação 0001/2003 e estavam vencidos desde setembro 2003, ou seja, todos os aditivos que constam nos contratos a partir desta data são inválidos.

Para cancelar estes contratos, a secretária está seguindo uma orientação do parecer da procurador-geral do Estado, Marcelo Weick, que identificou as irregularidades e opinou pelo lançamento de novo edital para que sejam feitas novas licitações para este tipo de serviço.

Lena informou que o governador José Maranhão (PMDB) determinou que uma nova licitação seja aberta o mais rápido possível.

Fonte: Paraiba 1

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!