header top bar

section content

Maranhão quer de volta salários

O governo aguardará a devolução voluntária dos comissionados

Por

04/03/2009 às 16h14

Os secretários de Estado e outros servidores graduados da administração Cássio Cunha Lima que receberam vencimentos e vantagens antecipadamente e só trabalharam 18 dias do mês de fevereiro estão sujeitos a ação judicial, caso não tomem a iniciativa voluntária de devolver ao erário o que receberam indevidamente.

O secretário de administração do Estado, Antônio Fernandes foi enfático: “O Governo aguardará um tempo para que eles compareçam a Secretaria de Finanças e restituam aos cofres públicos o que receberam indevidamente. Caso contrário, ele vai tomar medidas judiciais para que o Estado não arque com o prejuízo”.

Ao apagar das luzes do Governo Cássio Cunha Lima, secretários de Estado e apadrinhados do governo anterior receberam pagamento integral de salários e algumas vantagens, embora só tenham trabalhado 18 dias do mês e foram exonerados dos cargos logo em seguida.

O secretário da Administração, porém, não confirmou informações extra-oficiais de que eles teriam recebido até pagamento de férias proporcionais, mas garantiu que o Estado vai adotar medidas para receber tudo que essas pessoas ganharam ilicitamente.

Fonte:Portal Correio

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula