header top bar

section content

Perímetro Irrigado das Várzeas de Sousa deverá ser concluído até 2009

Até o final de 2009, todo o projeto do Perímetro Irrigado Várzeas de Sousa (PIVAS) estará concluído e o Governo do Estado passará a gestão do empreendimento para o setor empresarial e para os...

Por

16/10/2008 às 10h28

src=http://www.paraiba.pb.gov.br/images/stories/2008_4/reuniao_vazeas_sousa4.jpgAté o final de 2009, todo o projeto do Perímetro Irrigado Várzeas de Sousa (PIVAS) estará concluído e o Governo do Estado passará a gestão do empreendimento para o setor empresarial e para os pequenos produtores. As obras estão avançadas e para sua conclusão o Governo federal está liberando, em parcelas, R$ 50 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Recentemente, foram liberados R$ 10 milhões e até o dia 30 de outubro são aguardados mais R$ 5 milhões.

As informações são do secretário da Infra-estrutura, Francisco Quintans, que, nesta terça (14) e quarta-feira (15), acompanhou a assessora técnica do Ministério da Integração Nacional, Ana Luiza Melo, que inspecionou as obras do perímetro e avaliou que o projeto está com as obras avançadas.

Discussão

Nesta quarta-feira (15), o Governo do Estado promoveu uma reunião para discutir ações de infra-estrutura nas Várzeas de Sousa, no canteiro de obras do projeto, em Sousa. Uma nova reunião foi agendada para 12 de novembro.

Na reunião foram discutidos vários temas, entre eles, implantação da eletrificação nas casas dos pequenos produtores, construção das estradas de acesso, obras da rede de drenagem subterrânea, bem como o plano de trabalho com a inclusão de estradas e outras obras a serem realizadas no Projeto de Irrigação das Várzeas de Sousa, que prevê a construção de um Centro Comercial, escritório de apoio a assistência técnica e ainda um packing house. Também foi discutida a elaboração do plano de operação inicial, manutenção e assistência técnica do projeto.

/Obras nas Várzeas de Sousa

Quintans avaliou que o encontro foi positivo e destacou a “bem sucedida” parceria com o governo federal. Ele adiantou que, quando o projeto de irrigação estiver funcionando com toda sua capacidade, mudará a realidade econômica da região polarizada por Sousa. Estão em fase final de obras as estradas dentro do perímetro, a drenagem e alguns reparos na rede de distribuição de água.

O perímetro tem área total de 6.335,74 hectares, distribuídos em 17 lotes empresariais, 178 lotes para pequenos produtores, seis para o INCRA, dois para pesquisas da Emepa e um lote para a Escola Agrotécnica Federal de Sousa. Os demais hectares são de reserva legal e preservação permanente.

A reunião teve a participação de parceiros do projeto: técnicos do Ministério da Integração Nacional, das Secretarias estaduais de Infra-estrutura, Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, da Emepa, Aesa, Emater, representantes da Projetec e demais empresas responsáveis pela construção do projeto.

Da redação com SECOM

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview