header top bar

section content

Campanha 10 Medidas Contra a Corrupção supera 2 milhões de assinaturas; Mais de 42 mil paraibanos assinaram a ficha

A Paraíba fechou a campanha com a contribuição de mais de 42 mil assinaturas

Por Luzia de Sousa

29/03/2016 às 08h22

Paraíba alcança 42 mil assinaturas

A Campanha 10 Medidas contra a Corrupção superou dois milhões de assinaturas de cidadãos que apoiam as sugestões de alterações legislativas propostas pelo Ministério Público Brasileiro para prevenir e aprimorar o combate à impunidade e à corrupção. Essa marca é a maior já obtida para apoiar um projeto de iniciativa popular.

O Projeto de Lei (PL) 2.710/92 – considerado o primeiro de iniciativa popular – , que criou o Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social, recebeu apoio de mais de 1 milhão de pessoas. O PL 4.146/1993, que tornou mais rigorosa a Lei de Crimes Hediondos, após campanha liderada pela autora Glória Perez, que teve a filha brutalmente assassinada, coletou 1,3 milhão de assinaturas. Já o projeto que deu origem à Lei 9.840/99, que autoriza a cassação do registro da candidatura ou do diploma de políticos que praticarem as irregularidades previstas, reuniu mais de 1 milhão de assinaturas.

Os dados são do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), que lutou pela aprovação da Ficha Limpa. Criado com o intuito de combater a corrupção eleitoral, o projeto de iniciativa popular contou, em 2010, com 1,3 milhão de assinaturas. A proposta alterou a Lei Complementar 64/1990, incluindo hipóteses de inelegibilidade que visam proteger a probidade administrativa e a moralidade no exercício do mandato.

Encaminhamento – Depositária de todas as assinaturas coletadas pela campanha 10 Medidas até o momento, a Câmara de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal (MPF) restituirá o material a sua legítima portadora, a sociedade civil, nesta terça-feira, 29 de março. O ato de entrega simbólica acontece às 14h, na sede da Procuradoria-Geral da República, em Brasília. O evento é aberto ao público.

A ideia é que o encaminhamento das propostas ao Congresso Nacional seja feita pela própria sociedade, principal responsável pela mobilização dos voluntários que coletaram os mais de dois milhões de assinaturas em todo o país. Em oito meses, mais de 1.016 instituições – entre igrejas, universidades, associações, estabelecimentos comerciais, empresas e organizações não governamentais – declararam apoio formal à campanha.

As 10 medidas reúnem 20 propostas de alterações legislativas que visam aprimorar a legislação brasileira de combate à corrupção. Busca-se, entre outros ajustes, a criminalização do enriquecimento ilícito, aumento das penas e crime hediondo para corrupção de altos valores, celeridade nas ações de improbidade administrativa, reforma no sistema de prescrição penal, responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2.

Dia D na PB – Depois do ‘Dia D’ local, realizado no dia 22 de março, por entidades que compõem o Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco-PB), a Paraíba fechou a campanha com a contribuição de mais de 42 mil assinaturas.

Saiba mais em www.10medidas.mpf.mp.br.

Assessoria

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview