header top bar

section content

Ministério da Saúde libera R$ 4,8 milhões para região Nordeste; Paraíba tem 3 hospitais beneficiados; veja!

Recursos são destinados à ampliação dos atendimentos de saúde em 13 hospitais universitários da Região. No País, Ministério repassou R$ 49,8 milhões

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

24/06/2016 às 12h34 • atualizado em 24/06/2016 às 12h58

Na Paraíba são três os hospitais beneficiados (Foto: Leonardo Silva)

Hospitais universitários dos oito estados da região Nordeste contam com mais R$ 4,8 milhões do Ministério da Saúde para a ampliação e qualificação dos seus atendimentos prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ao todo, 13 unidades serão beneficiadas com os recursos.

O montante, destinado aos hospitais universitários da região Nordeste, integra os R$ 49,8 milhões liberados pelo Governo Federal, por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF). Esse programa foi instituído em 2010 para reforçar o orçamento das universidades mantenedoras de serviços de saúde. Com isso, essas instituições podem estimular a oferta de ensino, pesquisa e atendimento de qualidade. Desde o início do REHUF já foram destinados pelo Ministério da Saúde aos hospitais universitários mais de R$ 2,9 bilhões. O Programa é desenvolvido e financiado em parceria com o Ministério da Educação.

Foram contemplados hospitais de todas as regiões do País, num total de 20 estados e o Distrito Federal. Aprovados em lei orçamentária, os valores são liberados pelo Ministério da Saúde, em parcela única, para as instituições universitárias que comprovaram o cumprimento das metas de qualidade relacionadas a porte e perfil de atendimento, capacidade de gestão, desenvolvimento de pesquisa e ensino e integração à rede do SUS.

“O REHUF é um programa que busca qualificar os serviços dos hospitais universitários para atender melhor a população e cumprir a função de hospital escola. Os recursos liberados são significativos e oferecem uma boa possibilidade de estruturação dessas unidades de saúde, que são importantes para a expansão dos atendimentos oferecido pelo SUS à toda população”, destaca o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Em 2015, por exemplo, foram realizados mais de 23 milhões de atendimentos ambulatoriais e internações pelos hospitais universitários do país, resultando em um investimento de R$ 828,3 milhões do Ministério da Saúde para o custeio desses serviços.

REHUF – De 2010 a 2015, o Ministério da Saúde repassou mais de R$ 2,6 bilhões aos 49 hospitais universitários de todo o país inscritos no REHUF. No ano passado, foram mais R$ 344 milhões a esses estabelecimentos, além de outros R$ 1,4 bilhão de incentivos a essas unidades.
Além de ser aplicado em pesquisas e na melhoria da qualidade da gestão e do atendimento, o REHUF também pode ser utilizado para reformas e aquisição de materiais médico-hospitalares, entre outras ações, conforme a necessidade e o planejamento da instituição. Os repasses liberados este ano já chegam a R$ 325 milhões.

Na Paraíba os hospitais que serão beneficiados são o Hospital Universitário Alcides Carneiro, Hospital Universitário Julio M. Bandeira Mello e EBSERH – Hospital Universitário Lauro Wanderley.

Assessoria

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares