header top bar

section content

Faróis acesos durante o dia na PB começam a valer a partir desta semana – SAIBA MAIS

Segundo a PRF, os veículos são vistos com mais facilidade e isso implica na redução de acidentes

Por Jocivan Pinheiro

03/07/2016 às 12h09 • atualizado em 03/07/2016 às 12h11

Faróis

A medida foi sancionada no dia 24 do mês passado

A partir da próxima quarta-feira, 8 de julho, os veículos serão obrigados a usar faróis baixos acesos durante o dia nas rodovias. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os veículos são vistos com maior facilidade e isso implica na redução de acidentes do tipo colisão frontal e atropelamentos.

Segundo estatísticas da PRF, para cada dez acidentes envolvendo colisão frontal aproximadamente 45 pessoas morrem, mesmo considerando que esse tipo de ocorrência representa apenas 3% de todos os tipos de acidentes. De todas as vítimas fatais registradas nos últimos dois anos e meio nas rodovias federais na Paraíba, 25% delas estavam envolvidas nesse tipo de colisão.

A medida foi sancionada no dia 24 do mês passado pelo presidente em exercício Michel Temer. Atualmente, a regra vale para todos os veículos. Antes, o uso de farol só era exigido para todos os veículos durante a noite e em túneis, independentemente do horário do dia. Para as motos, o uso das luzes já era obrigatório durante o dia e à noite.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a medida será válida para qualquer tipo de rodovia, incluindo as que passam por trechos urbanos e também em túneis com iluminação pública. O descumprimento será considerado infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de habilitação. O valor subirá em novembro deste ano, assim como o de outras multas.

DIÁRIO DO SERTÃO com PRF

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa