header top bar

section content

Fim da crise hídrica, ampliação das rodovias, mais hospitais e um porto de águas profundas são prioridades de Maranhão para o desenvolvimento da Paraíba

"A questão não é apenas armazenar água, mas distribuí-la de maneira que toda a população possa ter acesso a água de qualidade"

Por Luzia de Sousa

14/02/2017 às 09h59

Senador da Paraíba, José Maranhão

Na retomada dos trabalhos legislativos no Senado Federal em 2017, o senador José Maranhão citou alguns projetos que considera prioritários para que a Paraíba atinja um novo grau de desenvolvimento econômico. O primeiro item descrito como fundamental é a questão hídrica: “Nosso estado já vem sofrendo seis anos de seca ininterrupta. A questão não é apenas armazenar água, mas distribuí-la de maneira que toda a população possa ter acesso a água de qualidade. Precisamos também ter água para irrigação, que é um fator econômico importante”, ressaltou José Maranhão ao descrever que a Paraíba tem vastas áreas de terras férteis apropriadas para a agricultura moderna, pela riqueza do solo e pela topografia, e que carecem apenas de água para irrigação. Na visão do senador, a transposição do Rio São Francisco pode trazer essas condições indispensáveis para o desenvolvimento do estado. “Temos que continuar também não só com a distribuição de água, mas com o aproveitamento dos mananciais existentes de maneira a armazenar a água que vamos precisar no verão”.

Recentemente, José Maranhão participou de uma comitiva de parlamentares e do Governo Federal que visitou as obras da Transposição. Junto com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, ele percorreu parte do Eixo Leste, que fica mais ao Litoral, e do Eixo Norte, no alto sertão da Paraíba. “No Eixo Leste as águas devem chegar em março ou abril, se Deus quiser. Isso já vai resolver parte do problema porque atende a região mais carente, que é o Planalto da Borborema, do Curimataú e Cariri. Este Eixo, se não faltar recurso – e o presidente Temer tem sido rigoroso na liberação dos recursos, no sentido de estar cumprindo o cronograma que foi previamente estabelecido – eu tenho certeza que teremos condições de minimizar os efeitos da seca ali em breve”, prevê o senador. Já em relação ao Eixo Norte, ele lembra que houve atraso na execução por conta de problemas com a Construtora concessionária de um trecho fundamental da obra.

Para José Maranhão, a Transposição do São Francisco merece ainda uma correção, porque não se atendeu às cidades e aos municípios que estão às margens do Rio Piancó, o terceiro Eixo. A bancada da Paraíba por unanimidade apresentou uma emenda orçamentária para atender a este propósito. “Há muito se discute este projeto e faço questão aqui de fazer justiça a um presidente, com o qual não concordo em muitas coisas, e que não pertence ao meu partido, o presidente Lula. Ele teve a sensibilidade e a coragem de abraçar o projeto, mesmo se opondo a tradicionais oligarquias da região do Vale do São Francisco. Lamentavelmente, a sua sucessora, a presidente Dilma, não teve a mesma sensibilidade de levar o projeto na marcha do governo anterior. Se tivesse feito, não estaríamos aqui falando nisso, o problema estaria resolvido”.

Maranhão cita como fundamental para a Paraíba também a ampliação da malha rodoviária e a continuação das obras na BR230. Ele destaca ainda a necessidade de um porto adequado. “Nosso porto é muito raso, incompatível com o calado dos navios que trafegam nos mares de todo o mundo. Quando governador, iniciei a elaboração de um projeto, chamado Projeto do Porto de Águas Profundas. Esse porto é essencial para o desenvolvimento econômico do estado”, afirmou. Outro setor que José Maranhão classifica como prioritário é a saúde. “Precisamos de um sistema de saúde que realmente receba a universalidade das pessoas, especialmente os mais carentes que não têm condições de acesso à rede privada de hospitais. É preciso construir mais hospitais para atender a demanda da sociedade”, concluiu o senador, ao se definir como esperançoso quanto às perspectivas para os paraibanos este ano.

Assessoria

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan