header top bar

section content

Político paraibano é acusado de agredir universitário com soco no rosto; Caso vai parar na polícia

A agressão aconteceu no último domingo, 21 de junho, no clube de mães da cidade de Pocinhos, após um evento.

Por

26/06/2015 às 07h30

Acusado e vítima da agressão na Paraíba

Daymon da Costa Vasconcelos, de 21 anos, estudante de engenharia civil, prestou queixa na Unidade de Polícia Civil de Pocinhos, denunciando que recebeu um soco no rosto do suplente de vereador Memel Chaves (PMN).

A agressão aconteceu no último domingo, 21 de junho, no clube de mães da cidade de Pocinhos, após um evento. De acordo com o boletim de ocorrência, após o denunciante tentar abrandar uma confusão entre amigos, foi surpreendido com um soco, causado pelo vereador.

De acordo com o instituto médico legal de Campina Grande (IML), a agressão causou danos na parte inferior e média da face do rapaz, abaixo do lábio inferior.

Memel Chaves é irmão do atual prefeito de Pocinhos, Cláudio Chaves Costa (PMN). Essa não é a primeira vez que o vereador se envolve em escândalos.

Em 2013, o parlamentar foi acusado de ferir comentários homofóbicos e irônicos sobre a ‘opção’ sexual de um internauta. No ano seguinte foi julgado e condenado por difamar uma vereadora e teve que pagar uma multa no valor de R$ 2.896,00 (dois mil oitocentos e noventa e seis reais) e, ainda, responde por porte ilegal de arma.

O político não quis comentar sobre as denúncias e a assessoria não se manifestou sobre o caso.

Por Paolloh Oliver

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula