header top bar

section content

Assembleia Legislativa aprova contas dos Governadores Ricardo Coutinho e José Maranhão. Confira!

Por 22 votos a seis, as prestações de Ricardo referentes a 2012 foram aprovadas e por 23 a oito as referentes a 2011. Já as do senador José Maranhão foram aprovadas por unanimidade com 30 votos

Por

12/05/2015 às 18h05

Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba

O pedido do líder da oposição Renato Gadelha (PSC) foi rejeitado e as apreciações e votações das contas do governador Ricardo Coutinho (PSB) entraram na ordem do dia e as contas de 2012 foram aprovadas no Plenário. 

Por 22 votos a seis, as prestações do Governador Ricardo Coutinho referentes ao ano de 2012 foram aprovadas e por 23 a oito as referentes a 2011. Já as do senador José Maranhão (PMDB) foram aprovadas por unanimidade com 30 votos.

As contas de 2011 de Ricardo Coutinho eram polêmicas por conta da compra das lagostas e do enxoval do filho mais novo do governador, porém não causou problemas em sua aprovação Casa.

Também estavam na pauta as contas de 2010, de José Maranhão que foram aprovadas praticamente por unanimidade, a exceção do deputado Trócolli Júnior (PMDB). 

De acordo com o deputado Hervázio Bezerra (PSB), “talvez o deputado não estivesse atento, porque ele tinha o voto favorável e por distração passou despercebido. Foi por unanimidade sem dúvida”, afirma e aproveita ainda para destacar que ao senador Maranhão não enfrenta “problemas de ordem jurídica que o governador enfrenta”.

“As contas do governador superou a minha expectativa enquanto líder”, diz.

Mais cedo Gadelha pediu a retirada das contas da ordem do dia, mas foi contestado pelo presidente da Casa, deputado Adriano Galdino (PSB) que afirmou ser necessária a entrega de um requerimento por escrito ao plenário.

A votação das contas de 2012 já foi adiada desde o final do ano passado quando o relator, Caio Roberto (PR) pediu o adiamento porque queria ouvir os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado para entender porque eles divergiram do parecer do Ministério Público.

DIÁRIO DO SERTÃO com assessoria

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares