header top bar

section content

Senador preside sessão da Comissão de Assuntos Econômicos e comanda aprovação de nove importantes projetos

Para Lira, o destaque da sessão foi a aprovação, em turno suplementar, do substitutivo a Projeto de Lei.

Por

13/05/2015 às 17h07

Senador cajazeirense, Raimundo Lira

Em mais um dia de agenda intensa no Senado, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) destacou a importância da sessão desta terça-feira (12) da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), que resultou na aprovação de nove projetos de grande relevância para o País. Lira, que é vice-presidente da Comissão e comandou os trabalhos, disse que os senadores fizeram um grande esforço para aprovar todos os projetos da pauta.
 
Para Lira, o destaque da sessão foi a aprovação, em turno suplementar, do substitutivo a Projeto de Lei (PLS 315/2013) do senador Paulo Paim (PT-RS) que concede isenção de Imposto de Renda sobre proventos de aposentadoria ou reforma aos portadores de doenças reumáticas, neuromusculares e osteoarticulares crônicas ou degenerativas.
 
Uma das medidas adotadas pelo relator, senador Romero Jucá (PMDB-RR), foi manter a inclusão da doença de Huntington e da linfangioleiomiomatose pulmonar no rol de doenças cobertas pelo projeto, introduzidas, respectivamente, por emendas do senador Waldemir Moka (PMDB-MS) e do ex-senador Paulo Davim quando da aprovação de substitutivo ao projeto pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS).
 
– Nosso parecer é pela justiça social. Nós já demos esse tratamento (isenção de IR) para outros segmentos que têm doença grave – argumentou Jucá, observando que a economia gerada pelo benefício permitirá a seus portadores investir mais em medicamentos e procedimentos terapêuticos. Como a aprovação deu-se em caráter terminativo, o projeto poderá ser enviado diretamente à Câmara dos Deputados, se não houver recurso para votação em Plenário.
 
Na mesma sessão, a CAE aprovou a obrigatoriedade de cardápio em braile (sistema que permite aos cegos ler utilizando o tato) em restaurantes, bares e lanchonetes. O projeto (PLC 48/2011) já aprovado, em decisão terminativa, pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), determina multa de R$ 100, reajustada com base no índice de correção dos tributos federais, para quem não respeitar a exigência. Além disso, a cada reincidência será cobrado o dobro da multa anterior.
 
Concordando com a autora da proposta, a deputada Luiza Erundina (PSB-SP), Lira  lembra que a Constituição garante a todos o direito à informação e, para que o acesso universal seja possível, “é necessário legislar sobre questões simples e ao mesmo tempo tão fundamentais para a vida diária das pessoas com deficiência”.
 
Raimundo Lira também considerou uma vitória dos Estados e municípios a aprovação na CAE do Projeto de Resolução do Senado (PRS 15/2015) que permite a Estados e municípios que e tiveram perdas de arrecadação com a exploração de petróleo e gás natural tomar empréstimos como antecipação de receitas, sem se sujeitar aos limites de endividamento previstos na Resolução 43/2011, do Senado.
 
Para o vice-presidente da CAE, trata-se de uma matéria de grande relevância para a vida dos Estados produtores de petróleo. A proposta, que recebeu relatório favorável do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), obriga estados e municípios a aplicar 60% dessa antecipação de receitas em saúde e educação. Os 40% restantes poderão ter uso discricionário nos exercícios de 2015 e 2016.
 
Da Assessoria 

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!